CongressoO Congresso concluiu ontem a votação da Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2019 — a base utilizada pelo governo para elaborar a proposta de Orçamento da União para 2019, que será enviada até o fim de agosto. Mas propostas aprovadas por deputados e senadores nos últimos três meses, e outras ainda em discussão, poderão representar um impacto estimado de pelo menos cerca de R$ 72 bilhões anuais nas contas públicas. As chamadas ‘pautas-bomba’, como a anistia a multas da greve dos caminhoneiros e a volta do benefício fiscal para fabricantes de refrigerante, aumentam os gastos do governo ou dão benefícios para setores específicos que provocam queda na arrecadação.

(Canal Meio)