Cartaz advogado procuradoO Sindicato dos Policiais Civis da Bahia – SINDPOC paga uma recompensa de R$ 1mil reais a quem passar informações que levem à prisão do  advogado foragido

Policiais civis da Bahia irão realizar grande caminhada, nessa sexta-feira (15), a partir das 11 horas, em direção à sede da OAB-Bahia, situada na Avenida Joana Angélica, com o objetivo  de pedir justiça e cobrar prioridade à prisão do advogado Orlando Ferreira de Assis, OAB n° 30.232, que agrediu covardemente, com tentativa de homicídio, o investigador da  Polícia Civil Orlando Freire Assis, no último domingo(10), em Feira de Santana. A manifestação irá pedir a expulsão e cassação da carteira da Ordem dos Advogados do agressor.

O SINDPOC protocolou ofício junto ao Presidente da (OAB-BA) com o  pedido de apuração da conduta adotada pelo advogado e as respectivas medidas judiciais cabíveis para que o crime não fique impune. ” A postura dele foi incompatível com as atribuições de um advogado. O fato não pode ficar impune! Ele precisa ser penalizado pelo crime que ele cometeu. A agressão covarde  causou uma grande revolta e perplexidade nos policiais civis e não vamos aceitar impunidade”, frisa Eustácio Lopes, Presidente do SINDPOC.

Veja o vídeo da agressão aqui.

Assista a reportagem que identificou o agressor do policial.

(Com informações da ASCOM SINDPOC – Sindicato dos Policiais Civis da Bahia)