WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


:: ‘Artigos’

Sete maneiras para aumentar a produtividade e adaptar os empregos para o Renascimento da Indústria

Luiz Egreja (4)Por Luiz Egreja, Senior Business Transformation Consultant da Dassault Systèmes

Um dos grandes temores em relação ao uso de tecnologias nessa nova era é com o futuro do emprego. Em plena era da Transformação Digital, as organizações estão diante de várias mudanças nos processos e nos formatos de trabalho de seus profissionais. Mas, engana-se quem pensa que as pessoas serão totalmente substituídas pelas máquinas.

A atividade econômica mundial já passou por três momentos semelhantes. De 1760 a 1830, tivemos a criação da máquina a vapor e a produção mecanizada. Por volta de 1850, o mundo conheceu a eletricidade e os processos de manufatura em massa. No século XX, a sociedade começou a ser afetada com o advento da informática, das telecomunicações e da automação industrial. Agora, o mercado vivencia um período de Renascimento da Indústria (Indústria 4.0), com o uso de modernas tecnologias como Internet das Coisas, Computação em Nuvem, realidade virtual e aumentada, Inteligência Artificial e robôs colaborativos. Com uma velocidade surpreendente, os modelos de produção estão sendo totalmente reformulados. Por isso, é crucial que as empresas preparem seus profissionais para os novos desafios que teremos pela frente.

:: LEIA MAIS »

Fim do exame de ordem: qual o real interesse do governo e da base aliada no enfraquecimento da advocacia?

Sanzio PeixotoPor Sanzio Peixoto

O Brasil é o país que registra o maior número de advogados do mundo. Não há notícia de uma classe profissional com diploma de nível superior que cresça tanto, no MUNDO inteiro, como crescem os advogados no Brasil. Em 18 de novembro de 2016 atingimos a marca de 1 milhão de advogados. Em 19 meses, entraram nos quadros da OAB mais 100 mil advogados. Temos uma média de 177 advogados por dia.

Já no primeiro mês de 2019 foram autorizados mais 5 cursos com 570 vagas, totalizando 1.561 cursos jurídicos. No dia 28 de janeiro de 2019, o Conselho Federal da OAB solicitou ao Ministro da Educação, Ricardo Velez Rodrigues, a suspensão dos processos de abertura de novos cursos de Direito pelo prazo de 05 (cinco) anos, contudo, até o momento, não foi atendido. Cumpre registrar que em abril de 218, atendendo à solicitação do Conselho Federal de Medicina, o MEC baixou a portaria 328, suspendendo os editais para aberturas de novos cursos de medicina, por 05 (cinco) anos.

O Brasil possui, hoje, mais de 1.572 cursos de Direito (dados de fevereiro de 2019). Em 2018 foram autorizadas a abertura de mais de 125 faculdades de Direito pelo MEC. Tramitam no MEC ainda centenas de pedidos de autorizações para novos cursos, sem contabilizar a concessão de mais vagas (dezenas de milhares) para faculdades que já estão em funcionamento. Pelo visto, o Ministério não consegue (ou não quer) dizer não para ninguém. A Conta não fecha, o mercado não está pronto para absorver esta grande quantidade de profissionais, e o sistema se aproxima de um colapso.

As centenas de faculdades particulares distribuídas pelo país, (a maioria com baixa qualidade de ensino), formam, por ano, dezenas de milhares de bacharéis em Direito, a maioria, sem a formação adequada para o exercício da advocacia, com a responsabilidade e a dignidade que a profissão exige. Estes fatores compõem resultados da execução de um processo (intencional) paulatino e gradativo, de “desvalorização da Advocacia”, que busca se instalar no Brasil utilizando-se, dentre outros expedientes, da implementação de um verdadeiro ESTELIONATO EDUCACIONAL nos cursos de Direito.

:: LEIA MAIS »

Câncer de Mama – por Paiva Netto

Paiva Neto

Paiva Neto – foto João Preda.

O Dia Mundial Contra o Câncer e o Dia Nacional da Mamografia (respectivamente em 4 e 5 de fevereiro) chamam-nos a atenção sobre um mal que acomete cada vez mais pessoas.

Segundo informa o Instituto Nacional de Câncer (Inca), quase 60 mil novos casos de câncer de mama deverão ser diagnosticados no país a cada ano. E ainda ressalta que este é o “tipo de câncer mais comum entre as mulheres no mundo e no Brasil, depois do de pele não melanoma, respondendo por cerca de 25% dos casos novos a cada ano. No Brasil, esse percentual é de 29%. O câncer de mama também acomete homens, porém é raro, representando apenas 1% do total de casos da doença”.

Conforme ressalta o Inca, “o exame clínico da mama deve ser feito uma vez por ano pelas mulheres entre 40 e 49 anos. E a mamografia deve ser realizada a cada dois anos por mulheres entre 50 e 69 anos, ou segundo recomendação médica”. E mais: “Embora a hereditariedade seja responsável por apenas 10% do total de casos, mulheres com história familiar de câncer de mama, especialmente se uma ou mais parentes de primeiro grau (mãe ou irmãs) foram acometidas antes dos 50 anos, apresentam maior risco de desenvolver a doença. Esse grupo deve ser acompanhado por um médico a partir dos 35 anos (…)”.

:: LEIA MAIS »

Criatividade e Artes no Desenvolvimento Pessoal – Em Ilhéus

foto_CriatividadeIlheus_Criarte_jan2019_criancas

Criarte.

SER CRIATIVO É PRA TODOS?

Se você acredita que somente artistas podem ser e são excelentes criativos, é tempo de repensar. Nascemos criativos, como muitas crianças desde cedo nos mostram: são exímias pesquisadoras, abertas ao novo, lidam muito bem com ‘erros e acertos’, são incansáveis em descobrir soluções diferentes para um mesmo desafio, não se prendem aos julgamentos alheios, divertem-se ao criar, enfim: são espontâneas.

Pena que vamos nos distanciando desse potencial inato, que pede cultivo e prática. E nada melhor que um caminho lúdico e artístico para nos reconectar a essa força que se oculta em nós, adultos e até mesmo as crianças.

Essa é a proposta do CRIARTE- criatividade com a arte de pintar, um projeto pioneiro que estreou em Ilhéus em 2018, numa parceria com a Escola Villa Verde e em 2019 abre suas portas ao público geral de Ilhéus. Fundados por um artista plástico e ex-publicitário e uma educadora especializada em desenvolvimento lúdico-criativo, Jean Louiss e Daniellla Gomes apostam numa necessidade atual de reacreditarmos e expressarmos nosso poder de (co)criar beleza, harmonia, envolvendo autoconhecimento, ludicidade e criatividade através da pintura, mesmo sem experiência anterior com essa arte, levando isso para a vida. Matrículas abertas ao curso semestral, para crianças e adultos, em Ilhéus. Mais info: www.jeanlouiss.art.br/criarte

Algumas dicas para perceber como anda sua expressão criativa na vida:

  • Mesmo ouvindo que sou criativo/a, é importante eu me sentir assim.
  • Se não me sinto nem um pouco criativo/a, posso observar mais crianças ao meu redor.
  • Quando surge um desafio, procuro olhar para o mesmo sob diferentes perspectivas.
  • Ao me motivar a experimentar algo novo, sigo em frente mesmo com desaprovações alheias.
  • Compartilho minhas criações e experimentos me sentindo confortável e confiante.
  • Posso me abrir a experienciar contextos novos na vida. Posso começar algo que nunca fiz antes.
  • Divirto-me no processo de criar algo novo ou diferente, lidando bem com os chamados erros e acertos.

Sim!Todos nós somos criativos! Vamos voltar a confiar nisso?

“Os juízes perderam o juízo?”

MadureiraPor: Antônio Pinto Madureira

Esta frase não é minha. Foi cunhada pela jornalista TÁBATA VIAPIANA, na reportagem publicada na revista ISTOÉ nº 2.517, de 21 de março de 2018, pgs. 32/33.

A Nação fica estupefata diante de certas decisões dos magistrados, como: greve geral para manutenção do auxílio-moradia, pressão para que a Presidente do Supremo Tribunal Federal coloque em pauta o cumprimento da pena após decisão da segunda instância, disputa interna entre Ministros, etc. Os nomes são por demais conhecidos dos brasileiros.

Enquanto a renda média do brasileiro é de R$1.226 por mês, os juízes Federais e do Trabalho estão insatisfeitos com salários que variam de R$ 27 mil a R$33.7 mil.

E essa “loucura” parece que é contagiante.

O Tribunal de Justiça da Bahia quer construir um fórum em uma área pública do “Jardim Atlântico II”, em nossa cidade com o placet do Sr. Prefeito. Lá se encontra uma faixa com o protesto da população. Vade retro, satanas!

A desembargadora MARÍLIA DE CASTRO NEVES, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro TJ-RJ), acusa a vereadora carioca assassinada MARIELLE FRANCO (PSOL) de estar “engajada com bandido” e envolvida com a facção Comando Vermelho.

:: LEIA MAIS »

Os impactos econômicos negativos provocados por conta do cancelamento do carnaval antecipado de Ilhéus

Edson Alves.

Edson Alves.

Por: Edson Alves – Graduado em Ciências Sociais e Especialista em Gestão Pública Municipal pela Uesc

Em primeiro lugar, gostaríamos de tecer críticas diretas, à falta de planejamento dos gestores do turismo na cidade de Ilhéus-BA, mais diretamente, ao poder público municipal, pois o mesmo, associou a crise na área da saúde pública, a não realização do carnaval antecipado. É como se os problemas na saúde pública do município, tivessem nascido no mês de fevereiro deste ano, e já tivesse data marcada para acabar, junho de 2018, com uma épica festa junina.

Em uma cidade turística como Ilhéus, o discurso que o prefeito utilizou, caiu como uma luva, ou seja, se ajustou muito bem a situação desejada pelo gestor e aos olhares do “senso comum”, mas ao mesmo passo, como uma falácia para os investidores da área do turismo e para os especialistas em administração pública.

Mediante essas afirmações, (PETROCCHI 2002, p, 12), declara:

“As deficiências do turismo passam inicialmente pela falta de conscientização da população para a sua importância, o que é uma questão cultural. Se a população não se sensibiliza por determinados temas, o político automaticamente o descarta. O político reflete os desejos, as aspirações e as preocupações da população. A população em geral não dá a devida importância ao turismo, e essa indiferença é fatal”.

O carnaval é um negócio altamente lucrativo para o setor turístico no Brasil. Segundo levantamento do Ministério do Turismo. No ano de 2016, cerca de 9,8 milhões de turistas circularam pelo país no mês de fevereiro, gerando um acréscimo de R$ 9,6 bilhões à economia nacional, com forte impulso ao setor de serviços. O faturamento do período, representava cerca de 3%, do total gerado anualmente pela indústria de viagens e turismo do país.

:: LEIA MAIS »

3 Dicas Simples para Encontrar o Emprego de Fim de Ano (Mais Rápido)

Horário-de-Funcionamento-do-Comércio-no-Período-de-NatalPor: Lisa Guterres

Nas prateleiras das lojas, os pisca-piscas, as bolas de Natal e o papel de presente começam a aparecer.

Você ficou um pouco desorientado por essa mudança repentina?

Tranquilo: é o Natal que está chegando.

Então espere um crescendo de canções de Natal, luzes coloridas, bons sentimentos e … trabalho!

“Como trabalho?” você vai perguntando.

Sem erro, é exatamente o que quero dizer.

Todos saem, vão às compras, procuram presentes, gastam e compram. Uma primeira conseqüência é o aumento da linha que precisa ser feita para cada compra mínima … mas, da perspectiva de quem procura um emprego, agora abre uma temporada com uma incrível quantidade de oportunidades.

Então, aqui estão 3 dicas simples para ajudá-lo a tirar proveito dessas fantásticas oportunidades e encontrar trabalho na temporada de Natal o mais rápido possível.

:: LEIA MAIS »

Artigo: Ilhéus terá novo Fórum

Madureira

Dr. Antônio Madureira.

Por: Antônio Pinto Madureira, advogado.

O DIÁRIO DE ILHÉUS, edição da última terça-feira, 09 de outubro, anunciou que o Tribunal de Justiça da Bahia irá construir, na zona sul, um novo fórum da Comarca de Ilhéus.

O atual foi erigido na década de setenta, na gestão do Governador ACM. Naquela época, a Justiça funcionava em casas alugadas, sendo que o Tribunal do Júri, na Prefeitura.

Situação bem diferente da presente.

Vai nascer mais um elefante branco a exemplo do Hospital e Maternidade Santa Isabel, que envergonha os que têm sentimento e respeito pela coisa pública. Completar-se-ão na desolação.

A Justiça está muito bem estabelecida. Não carece de instalações suntuosas. Necessita de ser bem administrada para atender aos justos reclamos dos jurisdicionados.

:: LEIA MAIS »

O legado das cooperativas baianas para o Brasil

Cergio*Cergio Tecchio – presidente do Sistema Oceb

A preocupação com a comunidade está e sempre esteve no DNA dos cooperativistas. Para pessoas com um sonho em comum, que se associam em um empreendimento cooperativo, buscar a felicidade dos cooperados é também nunca esquecer daqueles à sua volta, em suas mais diversas privações. E por essa natureza colaborativa, o movimento cooperativista viu a oportunidade de unificar seus esforços em uma grande corrente do bem. Foi assim que surgiu o Dia de Cooperar, mais conhecido como Dia C.

O Dia de Cooperar nasceu em Minas Gerais, em 2009, e logo ganhou o Brasil. Nessa trajetória, os últimos cinco anos foram cruciais para transformar o Dia C em um grande programa nacional capaz de promover iniciativas socioambientais e assim transformar realidades em todo o país.

:: LEIA MAIS »

Juca Kfouri: A segunda morte de Tancredo Neves

Juca Kfouri. Leia artigo aqui.

                 Juca Kfouri. Leia artigo aqui.

A Lei Maria da Penha e Big Brother Brasil

jair fontes

     Advogado Jair Fontes. Foto: arquivo pessoal.

Autor: Jair Fontes – Advogado – Ilhéus/BA

Foi veiculado nesta tarde (segunda,10) em alguns jornalecos e redes sociais o “caso de polícia” no reality show da emissora globo, onde supostamente um dos participantes teria agredido (física e psicologicamente) a sua namorada.

Segundo se colhe nas páginas da “net” uma delegada da polícia civil lotada em uma delegacia especializada em crimes de violência doméstica e familiar teria instaurado inquérito policial e até mesmo suscitado a possibilidade de representar ao judiciário para a aplicação de medida protetiva em favor da participante pretensamente agredida.

Poderia o poder público iniciar uma investigação policial ou processo penal sem o consentimento da vítima-participante?

A pergunta foi tema de muita discussão até o ano de 2012, já que a lei 11.340-2006 (Lei Maria da Penha) dispõe, em regra, que os crimes praticados em contexto de violência doméstica só são investigados após o consentimento da vítima, que tem que apresentar perante a autoridade policial a sua representação (art. 12,I) (desejo de ver o autor do crime processado). Todavia, decidiu o STF no ano de 2012, que os crimes de lesão são incondicionados à representação, ou seja, para que o poder público inicie uma investigação policial ou um processo criminal não é necessário o consentimento da vítima, ainda que ela não queira, o autor do crime pode ser investigado e processado.

Assim sendo, caso entenda a delegada que o participante do BBB cometeu crime de lesão contra a sua namorada, ainda que ela não queira, poderá o brother ser processado e, em sede de medida protetiva, ser afastado de perto da vítima.

Como cuidar do seu pet no verão

Hannah Thame - médica veterinária.

Hannah Thame – médica veterinária.

Por Hannah Thame

É certo que os pets merecem nossa atenção em todas as estações do ano, porém, no verão, devido à alta temperatura a qual os animais são submetidos, nossa atenção com eles deve ser redobrada. Alguns cuidados são essenciais para garantir a sanidade dos nossos bichinhos, então prestem atenção nas dicas a seguir.

che-400x533

Ao sair para passear com seu animal, não se esqueça de levar uma garrafa de água para ajudar na sua hidratação durante o percurso, pois, devido ao calor e ao esforço físico sob temperaturas elevadas, há grandes chances de o animal desidratar, por isso, esteja sempre atento quando seu animal começar a ficar com a língua de fora de forma insistente.

:: LEIA MAIS »

Algumas contribuições a um debate programático para Ilhéus

Rodrigo Cardoso

Rodrigo Cardoso (foto: Blog do Chicó)

Por Rodrigo Cardoso – PCdoB de Ilhéus

Neste 2016, o eleitorado ilheense se encontra desafiado a tomar decisões importantes. Não bastasse os problemas locais, a cidade vive consequências de mais uma crise internacional do capitalismo, que no Brasil se desdobra na forma de um golpe de estado que põe em xeque a Constituição Federal de 1988, portanto a própria democracia.

Não é difícil constatar as principais dessas consequências: a diminuição da atividade econômica e da geração de empregos já afetam, de uma maneira ou outra, a população de Ilhéus como um todo. Somados a estes fatores, a redução das transferências constitucionais agravadas pelas isenções tributárias concedidas nos últimos anos pelo Governo Federal também prejudicaram as receitas municipais. O remédio amargo do aumento de arrecadação com tributos e taxas municipais foi insuficiente pra sanar e causa efeitos colaterais, como o fechamento de muitas empresas e os naturais protestos de setores atingidos. Porto Sul e Ferrovia de Integração Oeste-Leste, obras praticamente paralisadas e com viabilidade econômica questionada, também se incluem no rol de prejuízos acumulados.

:: LEIA MAIS »

Pessimismo pouco informado

fiolPor Xikito Affonso Ferreira no Observatório da Impresa

Tento evitar que uma impressão pessoal torne-se profunda convicção íntima, mas a leitura diária de quatro dos jornais de grande circulação no país trabalha em sentido inverso. Aquilo de que tento escapar é a constante construção de uma visão da realidade pessimista e sem esperança, sendo isso menos por habitarmos um vale de lágrimas do que por expor-me a cada manhã, às páginas do Estadão, Folha, O Globo e A Tarde (Bahia).

Perpassa a imensa maioria dos textos ali encontrados a observação que parece só encontrar no mundo fracassos, derrotas e tragédias. Sem dúvida nos tempos atuais não faltam aos cidadãos motivos para forte inquietação. Está aí o Estado Islâmico, esse grupo diabólico que nada exige e radicalmente tudo pode destruir, para nos por no plantão da ameaça, em ritmo 24 x 7 x 365.

:: LEIA MAIS »

“Dunga e as lições alemãs”

Por Lucas Galindo*

A (re)efetivação de Dunga no comando da seleção brasileira está bastante ligada a dois fatores: retrospecto, pelo bom aproveitamento e títulos conquistados; e resignação, algo como uma represália da CBF a quem tanto vem lhe castigando: uma figura nada simpática à imprensa, menos ainda à que adora privilégios. Mas nos voltemos à causa objetiva da mudança de comando, a humilhante eliminação da Copa do Mundo nas semifinais.

Muito se tem ovacionado – com justeza – a virtuosa seleção alemã de futebol, tetracampeã mundial no Brasil exibindo muita versatilidade em seu jogo coletivo, com extrema vocação para a eficiência.  :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING | webtiva.com . Webdesign da Bahia