WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


secom bahia teatro itabuna

:: ‘água’

Bahia sedia evento internacional sobre dessalinização, reúso e tratamento de água

águaSegundo a Organização das Nações Unidas (ONU), em todo o mundo, cerca de três em cada dez pessoas – um total de 2,1 bilhões – não tem acesso a água potável. Uma das soluções pensadas para enfrentar esse problema é a dessalinização da água do mar e salobra, já que apenas 2,5% da água terrestre estão disponíveis para consumo humano. Diante desse cenário global, a Bahia irá sediar a III Edição do Seminário Internacional da Associação Latino-americana de Dessalinização e Reúso de Água (Aladyr).
O evento é realizado pela Aladyr, com o apoio da Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema) e do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), que coordenam no estado o Programa Água Doce do Governo Federal, que vem mudando a realidade de milhares de pessoas do semiárido baiano com a implantação de sistemas de dessalinização.O seminário internacional acontece nos dias 22 e 23 de maio, no Hotel Wish, em Salvador, e irá reunir 300 participantes, dente eles os principais líderes do setor de dessalinização na América Latina, representantes de empresas que atendem mundialmente o mercado de equipamentos e tecnologias, autoridades governamentais e sociedade. O ministro do Desenvolvimento Regional (MDR), Gustavo Canuto participará da abertura do evento. As inscrições podem ser feitas pelo site: http://bit.ly/2VevTp9

Chuva alaga Lomanto Júnior e água transborda para a Baía do Pontal

Na manhã desta quinta-feira (21), recebemos via rede social, um vídeo que mostra a Avenida Lomanto Júnior, no Pontal, zona sul de Ilhéus, alagada. A situação que se encontra a via, com muitos buracos, por ter o seu asfalto retirado para recapeamento, há mais de um mês e seu sistema de drenagem ineficiente contribuíram para que a água transbordasse para a Baía do Pontal. Veja o vídeo abaixo:

 

Ibicuí: Davidson Magalhães garante assinatura de convênio para água tratada no distrito de Água Doce

assinatura_convenio_ibicuiO prefeito Marcos Galvão assinou, nesta segunda-feira (27), um convênio entre o município de Ibicuí e o Governo do Estado para a construção de um sistema de abastecimento de água no distrito de Água Doce, no valor de R$ 4,2 milhões. A assinatura do contrato foi acompanhada pelo deputado federal Davidson Magalhães, responsável pela articulação com o governador Rui Costa.
Em abril, Davidson marcou uma audiência com o governador para tratar do assunto. Na ocasião, o prefeito Marcos salientou a importância da construção do equipamento. “É um problema histórico do distrito de Água Doce. Temos um paliativo que são os poços artesianos, mas não resolve em definitivo”, disse.
O deputado Davidson comemorou a assinatura do convênio. “Solicitamos esse sistema ao governador em abril, e temos insistido em sua importância e urgência. Nossa persistência deu resultado e fico feliz que Água Doce terá seu sistema de abastecimento em breve, o que com certeza vai melhorar a qualidade de vida dos moradores do distrito”, afirmou. “Essa é a maior e mais importante obra do município, que enfim vai sair do papel”, destacou o prefeito.
(Assessoria de Comunicação)

Água potável jorra em rua do Jardim Atlântico,  em Ilhéus 

Recebemos a informação hoje pela manhã,  que uma grande quantidade de água potável jorra desde ontem, dia 02, na Rua G, Jardim Atlântico 1, zona sul de Ilhéus.  É necessário que a Embasa verifique a situação do local. Foto: enviada pelo leitor.

Emasa avalia a qualidade da água e chama a atenção para o uso racional

Avaliação da Qualidade e Uso Racional Waldir Gomes (6)A qualidade da água que chega às torneiras dos itabunenses tem sido um motivo de grande preocupação da Empresa Municipal de Águas e Sanemento (Emasa), que diariamente produz um índice da Qualidade de Água Distribuída à população. Com base neste índice, o presidente da Emasa, Jader Guedes, informa que a qualidade da água está excelente. “Nos últimos 50 dias nossa água está seguindo todos os padrões de qualidade. Está excelente”, garante.

O presidente informa que há 50 dias Itabuna não tem tido problemas de água, mas mesmo diante deste cenário favorável é preciso que a população desperte para a consciência coletiva do uso racional. “A qualidade está muito boa, o volume distribuído está excelente, mas mesmo diante do clima de tranquilidade e de boas perspectivas devemos ter cautela”, avalia Jader Guedes, informando que no momento estão sendo captados 700 litros/segundo nas duas estações de tratamento.

:: LEIA MAIS »

Ambev lança, em parceria com a ONU, plataforma online para ajudar empresas a economizarem água

Programa saveh.com.br é gratuito e funciona de maneira simples e intuitiva

Um grupo de 12 empresas receberá também consultoria técnica e acompanhamento pessoal

saveh
A cervejaria Ambev lança, em parceria com a Rede Brasil do Pacto Global da ONU, a Fundación Avina e a Carbon Trust, o SAVEh (Sistema de Autoavaliação da Eficiência Hídrica), plataforma online inédita que oferece gratuitamente um sistema de gestão para empresas que usam água no seu processo produtivo consigam economizar esse recurso.
Com base na realização de um auto-diagnóstico, as empresas cadastradas podem identificar suas lacunas e selecionar ações para evolução das suas práticas, construindo um plano de ação personalizado que pode ser acompanhado mensalmente.
A ferramenta possibilita, ainda, a criação de relatórios customizados pelas empresas para acompanhamento dos indicadores e divulgação dos resultados para o público interno, clientes, fornecedores, entre outros.

:: LEIA MAIS »

Chuvas provocam fim do racionamento em Itabuna, mas população deve economizar água

O presidente da Emasa,  Jader Guedes, anunciou que o fornecimento de água tratada à população está sendo normalizado em função das chuvas que têm caído em Itabuna e na região nos últimos dias, com o registro de 150 milímetros esta semana. Ele descartou a possibilidade de um novo racionamento nos próximos 60 dias, mas pediu que a população continue racionalizando o uso da água evitando o desperdício, pois a cidade não dispõe de reservatório de água.

Ele destaca que estas chuvas chegaram no momento certo,  uma vez que  a situação estava ficando crítica, pois a captação havia caído para apenas 350 litros por segundo na Estação de Rio do Braço e a captação de Nova Ferradas havia sido paralisada. Com as chuvas a captação foi ampliada para 650 litros, o que vai permitir regularizar o racionamento, embora possam ocorrer problemas pontuais em área de relevo acidentado.

:: LEIA MAIS »

PhD em recursos hídricos da UFRB visita Ibicaraí para firmar parceria

 

Na manhã da última sexta-feira, dia 27, a vice-prefeita e secretária de Educação, Adriana Assis, a secretária de Agricultura, Telma Ferreira, e a secretária de Assistência Social, Alesandra Brandão, estiveram reunidas, na sede da Prefeitura de Ibicaraí, com o Engenheiro Agrônomo e PhD em Recursos Hídricos, Adriano de Carvalho Pereira e o ambientalista Antônio Carlos (Katende). Durante o encontro, também estiveram presentes o diretor municipal de Planejamento e Licenciamento Ambiental, Cochise Assis, e o diretor municipal de Agricultura e Pecuária, Jessé Matos.

PhD em recursos hídricos da UFRB visita Ibicaraí para firmar parceria. FOTO Arnold Coelho (1)-750x563

A reunião teve como pauta a crise hídrica no município e a possibilidade de uma parceria entre a prefeitura e aUniversidade Federal do Recôncavo Baiano – UFRB. Adriano, que é filho de Ibicaraí, pretende aplicar novas culturas na região, fugindo um pouco da monocultura do cacau e pecuária e inserindo, de forma mais incisiva, o cultivo da mandioca, além de uma maior diversificação da fruticultura no meio rural.

Segundo o engenheiro, “as ações apresentadas durante a reunião têm dado certo em outras regiões próximas à cacaueira e precisam começar a acontecer na nossa região. A questão hídrica também é uma preocupação, pois o cacau respeitava nossas matas e protegia nossos mananciais, diferente da pecuária, que exige muito. É preciso buscar alternativas para esses problemas”, afirmou Adriano.

(Fonte: Ascom Ibicaraí)

SAAE realiza rodízio de água em Ibicaraí

Devido à escassez de chuva na região e a redução do nível de água na barragem do Luxo, desde a última quarta-feira, dia 11, o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE), vem realizando rodízio no abastecimento de água, em Ibicaraí. A medida foi tomada em caráter emergencial e a previsão é que ocorra até o término deste verão.

Segundo o diretor do SAAE, Ronaldo Estrela, a medida visa a economia de água e evitar que o município passe pela mesma situação do ano passado, onde a cidade passou por uma das maiores crises hídricas da história. “O prefeito Lula Brandão me pediu um diagnóstico detalhado da nossa captação e reserva de água. É importante salientar que atenderemos por setor e que só sairemos da localidade quando as residências estiverem abastecidas. Paralelo ao racionamento, temos realizado a limpeza das margens do ribeirão do Luxo, melhorando o fluxo e a qualidade da água”, informou Estrela.
:: LEIA MAIS »

Secretaria de Saúde de Ilhéus alerta população sobre armazenamento de água na crise hídrica

Fachada Sec.de saúde Foto Gidelzo Silva (Secom Ilhéus) 2A Secretaria Saúde (Sesau) de Ilhéus, através do Departamento de Vigilância à Saúde, emitiu nota de alerta a população ilheense devido à crise hídrica no município e considerando o hábito de armazenamento de água nesse período. A preocupação dos técnicos da área de saúde é orientar os cidadãos para que armazenem a água de forma adequada, a fim de evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya.

Com a escassez de água, o abastecimento em alguns bairros da cidade está sendo feito em dias alternados. Nesse contexto, a orientação de muitas famílias tem sido no sentido de economizar o consumo de água. Nesse caso, a Secretaria de Saúde alerta para que a água armazenada seja sempre vedada, em tonéis, baldes ou panelas, por exemplo.

O diretor do Departamento de Vigilância à Saúde, Antônio Firmo, informa que no último levantamento realizado na cidade o índice de infestação do Aedes aegypti, foi superior ao recomendado pelo Ministério da Saúde, fato que ocasionou uma epidemia das doenças transmitidas pelo vetor. Ele ressalta, no entanto, que o Programa Municipal de Combate à Dengue, por meio da Sesau, realiza suas atividades de rotina para o combate e controle do inseto transmissor das doenças.

:: LEIA MAIS »

Entidades formam Comitê Produtores de Água do Sul da Bahia

Evento de formação do Comitê Produtores de Água (Foto: Josivaldo Dias).

Evento de formação do Comitê Produtores de Água (Foto: Josivaldo Dias).

Entidades e instituições regionais iniciaram nesta quinta-feira (9), na Uesc, a formação do Comitê Produtores de Água do Sul da Bahia para a definição de estratégias de mitigação do problema da falta de água, que atualmente assola diversos municípios da região cacaueira. A ideia parte da experiência do projeto Produtor de Água Pratigi (PAP), desenvolvido pela Organização de Conservação da Terra (OCT) no município de Ibirapitanga, com o objetivo reduzir a erosão e o assoreamento dos mananciais nas áreas rurais, visando melhorar a qualidade, a ampliação e regularização da oferta de água a longo prazo.

A construção do modelo para o Sul da Bahia foi apresentado pelo secretário executivo da Associação dos Municípios do Sul, Extremo Sul e Sudoeste da Bahia – Amurc, Luciano Veiga, em conjunto com o técnico da OCT, Rogério de Miranda. A ideia central, segundo ele, é incentivar os produtores rurais a adotarem boas práticas de proteção e conservação da água e do solo, em contrapartida de incentivos financeiros, não financeiros e assistência técnica gratuita.

No encontro foram compartilhadas experiências e realidades de cada parceiro e representantes dos municípios, para compor uma estratégia de mitigação dos impactos no meio ambiente da região cacaueira. Além de sofrer com a escassez de água na zona urbana, os gestores públicos e profissionais que atuam no meio ambiente apontam uma repercussão negativa com a perda na agropecuária e no cultivo do cacau, que influencia de forma muito intensa na economia regional.

:: LEIA MAIS »

Ilhéus: Morada do Porto sofre com falta de água

IMG-20160505-WA0002O condomínio Morada do Porto, em Ilhéus está há quase um mês sem água distribuída pela Embasa. Para atender as necessidades básicas, os moradores utilizam água de outras fontes não confiáveis, o que pode levar riscos à saúde. A situação já foi relatada em vários meios de comunicação regional. Durante esse período a Embasa realiza uma ampla campanha para racionamento de água. A comunidade de Morada do Porto aguarda um posicionamento da empresa sobre o restabelecimento do fornecimento de água. De acordo com as informações apuradas, ainda não houve manifestação por parte da estatal diante da situação.

Uma moradora enviou uma nota para nossa redação, leia abaixo:

“Venho solicitar que denunciem o descaso da EMBASA com a atual situação da Morada do Porto (Minha Casa Minha Vida – Ilhéus), estamos há 24 dias sem água, tem que recorrer a fontes alternativas e não confiáveis para poder tratar das necessidades básicas (higiene pessoal). Muitos moradores já ligaram, foram até a Embasa e eles dizem desconhecer a situação. Já não sabemos mais a quem recorrer, procuramos as rádios, blogs porque são nossos parceiros nesta luta. Contamos também com este renomado blog para nos ajudar nesta situação”.

Distribuição de tanques em Itabuna é definida pelas Associações de Moradores

A Câmara de Vereadores de Itabuna informa que a distribuição dos tanques comunitários na cidade está sendo de responsabilidade das Associações de Moradores dos bairros. Essa decisão é o resultado de um acordo entre a Defesa Civil, a Empresa Municipal de Águas e Saneamento (Emasa) e a União das Associações do Município de Itabuna (UAMI). Assim, a distribuição não depende, em nenhuma hipótese, de definições dos vereadores.

Os tanques estão sendo distribuídos para ampliar o abastecimento emergencial de água à população, principalmente nos bairros de Itabuna onde fatores adversos têm prejudicado o fornecimento de água. A distribuição dos tanques é uma das medidas adotadas na cidade para minimizar os efeitos ocasionados aos moradores pela grave crise hídrica dos últimos meses.

(Fonte: Ascom CMV Itabuna)

Conselho do Meio Ambiente e Embasa debatem sobre abastecimento de água em Ilhéus

Reunião do Condema sobre o rodizio de água em Ilhéus - foto Gidelzo Silva Secom Ilheus.

Reunião do Condema sobre o rodizio de água em Ilhéus – foto Gidelzo Silva Secom Ilheus.

Órgão vai propor ações educativas para conscientizar a comunidade acerca da economia de água

Há oito meses sem registrar chuvas consideráveis nos mananciais que mantêm os reservatórios responsáveis pelo abastecimento de água da cidade de Ilhéus, a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa), vinculada ao Governo da Bahia, anunciou que inicia, a partir de segunda-feira, 18, um rodízio no fornecimento para uma parcela da zona urbana. Para expor as causas e medidas que estão sendo tomadas em relação ao problema, o chefe do escritório local da Embasa, José Lavigne, foi convocado pelo Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente (Condema) para reunião extraordinária realizada na última sexta-feira, 15, no salão nobre do Palácio Paranaguá.

Conduzido pelo vice-presidente do Condema, Isaac Albagli, que representa o Instituto Geográfico e Histórico de Ilhéus, o encontro atendeu ao pedido do conselheiro Diran Filho, representante da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) sub-secção local. Na oportunidade, José Lavigne explicou que a falta de chuva tem sido motivo de preocupação da Embasa e da Prefeitura desde o fim do ano passado. “Apesar de termos reservatórios de água consistentes e não haver, ainda, desabastecimento, sempre tivemos a consciência de que as medidas preventivas são as mais adequadas para esse momento”.

:: LEIA MAIS »

Apae de Ilhéus trabalha a água para a Educação Ambiental dos alunos

unnamedA Escola Flor do Cacau, da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Ilhéus, tem trabalhado a água com os alunos, neste mês de abril. Por meio do planejamento pedagógico que elencou o meio ambiente como tema central para outros subtemas, a ideia é perpassar vários assuntos presentes na vida em comunidade.

De acordo com a coordenadora pedagógica Silvana Ramos da Silva, foram realizadas diversas atividades com os alunos para a compreensão sobre a importância da água para a vida no planeta, para a nossa própria vida e alimentação. Desde noções de higiene pessoal, dos alimentos e saúde, à identificação do ambiente poluído e os malefícios da água suja, foram trabalhadas, por exemplo, ações como exibição de vídeos de conscientização, experiências para mostrar as diferenças entre a água suja e a água limpa, e uma caminhada no caminho principal da Urbis, em que os apaeanos puderam verificar a poluição do canal de esgoto que passa nessa mediação.

:: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING | webtiva.com . Webdesign da Bahia