WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


:: ‘demissão’

TJ-BA mantém suspensão de decisão que demitiu servidores de Ilhéus

Desembargadora mantém reintegração de servidores demitidos da prefeitura de Ilhéus.

TJ-BA mantém reintegração de servidores demitidos da prefeitura de Ilhéus.

Presidente do TJ-BA publicou, na tarde desta segunda-feira (15), decisão suspendendo os efeitos da sentença do juiz de primeira instância que determinou a demissão dos servidores municipais.

Leia sentença aqui.

Rodrigo Cardoso fala sobre demissão de servidores e reforma do Governo Marão

Rodrigo Cardoso entrvista a Santa Cruz AM

Rodrigo Cardoso concede entrevista a Santa Cruz AM de Ilhéus.

Na manhã desta terça-feira (2), Rodrigo Cardoso, dirigente do PCdoB e presidente do Sindicato dos Bancários de Ilhéus, concedeu entrevista ao radialista Jota Carlos, da rádio Santa Cruz AM 1090, emissora ilheense.

Na ocasião, Cardoso falou sobre as movimentações equivocadas do governo Marão, como a demissão de servidores e a reforma administrativa, ainda, explicou a situação do vereador do partido, Nerival, sobre seu posicionamento político como base de sustentação do prefeito Marão.

Ouça a entrevista na integra.

PCDOB ILHÉUS / NOTA – DEMISSÃO DE SERVIDORES MUNICIPAIS EFETIVOS

PCdoBPCDOB ILHÉUS / NOTA – DEMISSÃO DE SERVIDORES MUNICIPAIS EFETIVOS

A direção executiva do PCdoB de Ilhéus, em nome de toda a militância, vem a público solidarizar-se com os servidores efetivos demitidos pela Prefeitura Municipal de Ilhéus, conforme publicação do Diário Oficial, na última segunda-feira (7).

Diante à situação, questionamos a justeza da decisão judicial – já que muitos funcionários prestam serviços e dedicam suas vidas há anos ao Município, estando a maioria próximos da aposentadoria; e a própria juridicidade da mesma, frente ao princípio da segurança jurídica.

Em vários casos semelhantes pelo país, os tribunais superiores reconheceram a legalidade do vínculo de servidores contratados antes da promulgação da constituição e garantiram a reintegração dos mesmos, não sem antes as decisões dos executivos municipais terem gerado grandes dificuldade às famílias desses servidores.

:: LEIA MAIS »

Geddel pede demissão após crise gerada com denúncia de ex-ministro

Geddel pede demissão após articular em causa própria - foto divulgação

Geddel pede demissão após articular em causa própria – foto divulgação

Fonte: Globo.com

Acusado de ter pressionado o ex-titular da Cultura Marcelo Calero para liberar uma obra em Salvador, o ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima, enviou na manhã desta sexta-feira (25), por e-mail, uma carta de demissão ao presidente Michel Temer. Geddel, que está na capital baiana desde quarta (23), conversou por telefone com o presidente depois de encaminhar a solicitação para se desligar do primeiro escalão.

Segundo a assessoria do Palácio do Planalto, Temer aceitou o pedido de Geddel, que era responsável pela articulação política do governo federal com o Congresso Nacional. Em meio ao turbilhão que atingiu até mesmo seu gabinete, o presidente tentará sair de foco nos próximos dias. Ele anunciou que vai viajar para sua residência em São Paulo na tarde desta sexta.

Temer chegou ao Planalto nesta sexta, por volta às 10h, e, imediatamente, se reuniu com assessores próximos, como o secretário de Comunicação Social, Márcio Freitas. Em seguida, ele recebeu a carta de demissão do ministro da Secretaria de Governo.

Geddel é o sexto ministro a deixar o governo desde que Michel Temer assumiu o comando do país em maio. Antes dele, caíram Romero Jucá (Planejamento), Fabiano Silveira (Transparência), Fábio Medina Osório (AGU), Henrique Eduardo Alves (Turismo) e Marcelo Calero (Cultura).

:: LEIA MAIS »

Sindicato consegue anular demissão ilegal no Santander de Ilhéus

rodrigo cardoso_2

Rodrigo Cardoso com a decisão judicial.

Assessoria Jurídica do Sindicato dos Bancários de Ilhéus, Escritório Arnon Marques, conseguiu mais uma anulação de demissão ilegal. Desta vez o beneficiado um funcionário do Banco Santander, que havia sido demitido durante o período de estabilidade decorrente de ter sido vítima de acidente de trabalho. A decisão liminar da Justiça do Trabalho foi cumprida na manhã de hoje, dia 10, na agência local do Banco.

“Reafirmamos sempre a importância dos funcionários procurarem o Sindicato sempre que houver qualquer dificuldade na relação de trabalho. Sempre buscamos a negociação como primeira alternativa. Caso não tenha sucesso, denúncias públicas e manifestações contribuem com a pressão. Por fim, as medidas judiciais são sempre uma alternativa para quem busca seus direitos e o Sindicato tem uma assessoria experiente à disposição dos associados de forma gratuita”, afirmou Rodrigo Cardoso, presidente do Sindicato.



WebtivaHOSTING | webtiva.com . Webdesign da Bahia