WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


policlinica itabuna

:: ‘Hernani Sá’

Falta de manutenção transforma praça e campo de futebol em pastos na Urbis

Uma praça e um campo de futebol no caminho 42, do bairro Hernani Sá (Urbis), zona sul de Ilhéus, transformaram-se em pastos, onde o gado anda solto, danificando a vegetação e as poucas edificações que restam no local. Moradores também andam preocupados que os animais possam trazer algum risco a saúde coletiva, já que não há uma fiscalização efetiva do centro de zoonoses.

WhatsApp Image 2019-06-11 at 19.40.05(1)

WhatsApp Image 2019-06-11 at 19.40.05

 

Durante chuvas canal pluvial obstruído transborda e alaga ruas do Hernani Sá

Ruas do Hernani Sá, na zona sul de Ilhéus, ficam totalmente alagadas durante as chuvas, devido a um canal pluvial não estruturado, sem manutenção e obstruído, que vai dos caminhos 32 ao 37 do bairro.  “Essa questão do canal pluvial que passa pelo loteamento São Caetano, Parque Verde e Faelba, atinge a toda comunidade quando chove. A limpeza e uma futura estruturação desse canal é imprescindível para evitar essas alagamentos”, relata um morador.

Nesta terça-feira (11), foi registrado por locais que os caminhos 36 e 37 estavam alagados. Vejam fotos abaixo.

Ruas alagadas Hernani Sá (4)

Ruas alagadas Hernani Sá (3)

Ruas alagadas Hernani Sá (2)

Ruas alagadas Hernani Sá (1)

O protesto como uma das formas de cidadania e elemento essencial de equilíbrio da democracia

Foto-Artigo

Hernani Sá

Por: Hernani Sá

No Brasil, o direito ao protesto é garantido constitucionalmente pela combinação de três direitos previstos no artigo 5º da Constituição Federal, sendo eles: Liberdade de Expressão, Liberdade de Reunião e Liberdade de Associação.

 A Liberdade de Expressão consta no art. 5º, inciso IV, da CF que diz: “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;”.

Dentro dessa perspectiva, considerando que vivemos em uma democracia representativa, em que os nossos governantes e legisladores precisam estar atentos aos anseios populares e ao dinamismo da sociedade, é através do PROTESTO que a voz do povo se manifesta, podendo assim, nortear as políticas públicas prioritárias. Segundo Abraham Lincoln, “a democracia é o governo do povo, pelo povo e para o povo”.

:: LEIA MAIS »

Edital de convocação da Associação do bairro Hernani Sá

edital

Novembro Negro – atividades no Hernani Sá

0215Em meio à diversidade de valores, culturas e  participação da comunidade estudantil deu-se inicio nesta Quinta feira 16/11 O projeto DEDO DE PROSA, evento organizado Pela Pastoral do Negro da Igreja Católica, Juntamente com A Caritas Diocesana e outras parcerias, o evento faz parte das comemorações da semana da consciência negra e foi realizada na Faculdade de Ilhéus, com a presença dos alunos das escolas Moisés Bohana, CAIC Darcy Ribeiro, Horizontina Conceição e parcela da comunidade Zona Sul. O tema exposto desse ano foi: O Racismo e os efeitos no cotidiano da População negra, com a presença dos expositores: Professora e Socióloga  Lucina Leitão que falou do Racismo Institucional, Professor Edvaldo Oliveira da Faculdade de Ilhéus, que falou da Natureza Jurídica de crime de Racismo e Pascual João Ouvidor da defensoria Pública e professor Municipal que passou um panorama de dados estatístico de violência contra a juventude negra da região.  As Explanações foram bem colocadas e o debate bem aflorado as discussões da mesa e da plateia deixou bastante claro faz-se necessário repensarmos nossas ações diante das atitudes de desrespeito com os afrodescendentes que forma a maioria da população brasileira sendo historicamente discriminados e desrespeitados em suas raízes e manifestações.

Assim sendo, percebe-se a necessidade de um trabalho constante dentro da comunidade, proporcionando debates e momentos de reflexão.

A programação da semana da consciência negra dará prosseguimento dia 19/11 com a missa afro as 07:00 da manhã e no dia 20/11 Ápice da festa com o sarau Negro as 19:00 Na praça do Hernani Sá.

Quadra de areia do Hernani Sá é revitalizada; meta é implantar arena em todos os bairros

Quadra do Hernani Sá, em breve, será mais uma recuperada em Ilhéus - Secom (2)

Quadra do Hernani Sá, em breve, será mais uma recuperada em Ilhéus – Secom.

Mais um espaço para a prática esportiva está sendo recuperado pela Secretaria Municipal de Serviços Urbanos de Ilhéus (Sesurb). O campinho de areia existente no Caminho 7, no bairro Hernani Sá, zona sul do município, passa por requalificação.

O programa – fruto de uma parceria do departamento de esportes e a Secsurb – atua em duas frentes. Na primeira, acontece a recuperação de espaços já existentes. Na segunda, implanta equipamentos em áreas urbanas do município onde a população deposita entulhos e lixo doméstico.

Arenas por toda a cidade – “A proposta é de, ao longo da gestão, passarmos a contar com uma arena de areia em cada bairro da cidade, utilizando áreas de domínio público ou pertencentes às associações”, projeta o secretário Jorge Cunha.

:: LEIA MAIS »

Posto de Saúde do Hernani Sá vira ‘Cracolândia’

Posto de Saúde do Hernani Sá. Foto Blog do Gusmão.

Posto de Saúde do Hernani Sá. Foto Blog do Gusmão.

Do Blog do Gusmão

Usuários de crack ocupam parte da área do posto de saúde do bairro Hernani Sá, na zona sul de Ilhéus. A presença deles é tão constante que os servidores já chamam o local de “cracolândia”.

Eles se apossaram das instalações inacabadas do posto. O governo Jabes Ribeiro não concluiu a reforma da unidade de saúde, que se estende há quatro anos. Como não há muro nem cerca, os usuários têm acesso livre às construções do terreno. Além de usarem drogas, mantêm relações sexuais, brigam e defecam no local. Tudo isso ocorre à luz do dia e diante dos funcionários e pacientes.

A enfermeira e porta-voz da Rede Sustentabilidade, Juliana Rocha, relata que desde janeiro tem encaminhado relatórios sobre a situação da unidade à Secretaria de Saúde. Ela trabalha no posto e denunciou o caso a este blog na manhã desta quinta-feira (20).

:: LEIA MAIS »

Contêiner de Hernani Sá é retirado da praia do Renascer, zona sul de Ilhéus

conteneirpaque3

Madeiras apreendidas do empreendimento foram levadas ao parque de operações da prefeitura.

O empresário Hernani Sá nos informou agora há pouco que, uma ação da Prefeitura de Ilhéus, retirou seu contêiner que estava instalado na praia do Renascer, Jardim Atlântico I, zona sul de Ilhéus. A remoção de seu empreendimento ocorreu na manhã desta quinta-feira, dia 25. Em nota, ele descreve a ação do poder público municipal. Leia na integra a nota enviada:

Eu, Hernani Lopes de Sá, proprietário do Container-Lanchonete que estava localizado na praia do Renascer, bairro Jardim Atlântico I, Ilhéus /Ba, venho comunicar que hoje pela manhã, dia 25/05/2017, foi realizada uma operação de apreensão do Container e o desmonte das mesas rústicas que haviam no local, o material apreendido foi levado para o parque de operações da Prefeitura Municipal de Ilhéus.

conteinernoparque

Contêiner apreendido foi levado ao parque de operações da prefeitura de Ilhéus.

A Guarda Municipal e a Fiscalização de Postura fizeram um ótimo trabalho no sentido de acompanhar a condução do material apreendido até o parque de operações, no intuito de evitar o extravio do material apreendido, ficando sob a responsabilidade do parque de operações, além do container, um freezer horizontal, um freezer vertical, ambos trancados no interior do container, 46 troncos de coqueiros transformados em bancos e tábuas que formavam 06 mesas rústicas de madeira.

Foi retirado do interior do Container alguns pertences pessoais, ferramentas de trabalho e produtos alimentícios a serem comercializados, tudo registrado em Termo de Responsabilidade com o acompanhamento do Chefe de Fiscalização de Postura.

Assim que eu resolver a questão jurídica pretendo resgatar o Container e as madeiras em perfeito estado de conservação.

Ilhéus, 25 de maio de 2017.

“O Senhor é meu pastou; nada me faltará.” (Salmo 23:1)

 

Direito de resposta concedido a Hernani Sá, em face de entrevista publicada no último dia 20

hernaninhoconteiner

Hernani Sá e seu contêiner instalado na praia.

Ilustríssimo Senhor Emílio Gusmão, Superintendente de Meio Ambiente do Município de Ilhéus.

Eu, Hernani Lopes de Sá, Empreendedor, filho de Ilhéus, vítima de perseguição por pessoas que fazem parte do governo municipal, que tive o meu empreendimento demolido sem oportunidade de defesa, aceito o desafio que Vossa Senhoria lançou em entrevista ao Blog do Chicó, publicada no dia 20/04/2017, questionando a existência de provas que sustentem a hipótese de haver perseguição, além de ter afirmado que eu não teria dado entrada em nenhum protocolo ou processo administrativo junto aos setores competentes, isso não é verdade Sr. Superintendente! Veja provas anexas a este direito de resposta.

Primeiramente quero lhe dizer que conheço os trâmites internos da prefeitura para se abrir um negócio, e foi dado entrada sim! Dentro dos rigores da lei, requerimento de alvará para o funcionamento do meu container em solo público, inicialmente na Av. Soares Lopes, situação prevista no Decreto Municipal nº 018/2016, que regulamenta o uso do solo público por particular, mediante o pagamento de taxas por M².

Logo na primeira semana de governo entreguei uma “Carta de Intenção”, recebida pela SEDIC – Secretaria de Indústria e Comércio e SEPLANDES – Secretaria de Planejamento.  Esses atos foram praticados no dia 05/01/2017, como se pode ver nas assinaturas de recebimento (ANEXO I) e essa carta foi juntada ao Processo Administrativo nº 26.700.615/0001-14, gerado a partir do protocolo nº 13.801/16, referente à Alvará de funcionamento.

:: LEIA MAIS »

Moradores buscam parcerias para recuperação de praça do Hernani Sá

léopraçaNa última terça-feira, dia 11, moradores do bairro Hernani Sá, em Ilhéus, promoveram uma reunião para definir o destino da praça/campinho, localizado no caminho 7, eixo A. Durante o encontro os presentes chegaram ao entendimento que o espaço em questão precisa ser adotado por uma empresa, como um apadrinhamento para melhorias ou reforma e recuperação de suas instalações. Deliberaram uma campanha para alcançar esse objetivo.

Um dos organizadores do debate, Léo Gordo declarou a necessidade de um projeto elaborado por um engenheiro ou arquiteto, que se disponha a realizar o trabalho de forma voluntária, já que o grupo do bairro não dispõe de recursos para contratação desse tipo de serviço.  O morador ainda disse que o diálogo e a orientação da prefeitura são fundamentais para a concretização da melhoria efetiva do local. Além disso, uma indicação de um vereador para a recuperação do espaço, pode ajudar o pleito da comunidade.

Mato alto e focos do Aedes em “campinho” preocupam moradores da Urbis

Campinho (foto enviada por um leitor).

Campinho (foto enviada por um leitor).

Um campo de futebol em más condições de conservação e falta de capinagem, preocupam moradores próximos do local, que fica no caminho 7 , eixo local B, no bairro Hernani Sá, em Ilhéus. Um morador da Urbis informou que no passado o espaço servia como área de lazer, e hoje tornou-se local de água empossada e parada, o que favorece a proliferação do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue, zika e  chikungunya.

Neste terreno o mato está alto e tem vários materiais pequenos descartados, que servem também para acumular água. A noite o local tem pouca iluminação e várias lâmpadas estão queimadas, fato que causa insegurança e incertezas para os poucos comerciantes locais. Um vendedor relatou que vários vereadores foram ao local, porém nada foi feito. “Aqui na comunidade temos vereadores, mas não tivemos a atenção que esta área daqui precisa, poderia ser melhor cuidada, com a retirada do mato, a melhoria das instalações e a colocação das lâmpadas”, pontuou.

Um mulher  foi picada por uma cobra, no campinho, conforme foi publicado no site Reclame Boca, leia a reportagem.

Lixo e entulho “largados” há meses gera incomodo no Hernani Sá

Acúmulo de entulho no eixo A, bairro Hernani Sá.

Acúmulo de entulho e lixo no eixo A, bairro Hernani Sá.

Mau cheiro, poluição visual, impedimento de utilização da calçada, atrativo de insetos e outros animais vetores de doenças, são os problemas enfrentados diariamente pelos moradores e visitantes do eixo local A, no bairro Hernani Sá, em Ilhéus. Um monte de entulho e lixo foram despejados em frente ao terreno de número sete, há dois meses e continua no local até a presente data. De acordo com alguns moradores, neste local morava há 10 anos, um inquilino estrangeiro, de naturalidade alemã,  que seria catador e acumulador de quinquilharias e “sujeiras”.

Um morador próximo do local, informou que na referida casa não havia sequer sanitário e o ocupante fazia suas necessidades fisiológicas em baldes de tinta, acumulando também fezes. “Quando o proprietário despejou o alemão, simplesmente ele (o dono do local) catou o cobre e alumínio, queimou as roupas sujas do gringo, que ficou pegando fogo por três dias, e largou os baldes de fezes e o resto do lixo na porta do lugar”, relatou.

Depois do despejo do estrangeiro, alguns catadores de lixo reviraram objetos e derrubaram os baldes, o que espalha o mal cheiro na localidade, os moradores se preocupam que a situação piore nos períodos chuvosos. Uma fonte nos revelou que o proprietário do terreno, alega que o problema é do vizinho, e que ele (o dono do imóvel) não vai adotar nenhuma providência para retirar os objetos e dejetos do local.



WebtivaHOSTING | webtiva.com . Webdesign da Bahia