WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


policlinica itabuna

:: ‘Jardim’

Sul da Bahia receberá o jardim botânico de Serra Grande

WhatsApp Image 2019-06-13 at 17.08.07(1)Reportagem | Por Anna Karenina Vieira MTB/BA 4085

A notícia da criação de um Jardim Botânico no Sul da Bahia, na Vila de Serra Grande, município de Uruçuca, foi recebida com entusiasmo pela comunidade local no viveiro do Instituto Floresta Viva (IFV), na última semana. O anúncio, em tom de diálogo e participação comunitária, foi feito pelo Presidente do IFV, Rui Rocha, idealizador do projeto, que conta com o apoio da Human Network do Brasil (HNB).

Situado em uma das últimas áreas de Mata Atlântica existentes no Brasil, o Jardim Botânico de Serra Grande (JBSG) propõe tornar a região um polo de valorização,  irradiação e reverência da grande paisagem existente, onde já é realizado um trabalho de produção de 50 mil árvores por ano e de 140 espécies diferentes de árvores da flora brasileira. Em data posterior, nova apresentação será realizada com maior amplitude e chamamento para outros setores sociais do Sul da Bahia.

Conhecida por botânicos de todo o mundo, a região de Serra Grande compõe uma flora das mais biodiversas do planeta, já tendo alcançado o recorde mundial de biodiversidade na década de 90. Mais de 450 espécies de árvores foram identificadas em apenas 1 hectare na Fazenda Caititu, situada a cerca de 7 km de Serra Grande no sentido de Itacaré, em um estudo realizado em 1992 pelo Jardim Botânico de Nova York e a CEPLAC. Esse recorde de biodiversidade, na época, ajudou a proteger a mata atlântica do Brasil, uma vez que fundamentou o Decreto nº 750 de 1993, e, depois, a lei da mata atlântica, em 2006, sendo um marco de 27 anos de importância histórica-ambiental para o Brasil.

:: LEIA MAIS »

Moradores se mobilizam contra doação, pela Prefeitura, de única área de convívio no Jardim Atlântico

Movimento Area verde sim (3)Moradores se mobilizam para impedir a doação, pela Prefeitura, de uma extensa área verde situada no Bairro Jardim Atlântico – Loteamento I, zona sul de Ilhéus, para a construção de nova edificação do Fórum da Justiça Estadual e do Ministério Público. A indignação, que já resultou na formação do movimento “Área Verde, SIM!” e na adesão de entidades e cidadãos por meio de um abaixo-assinado, se deve ao fato de ser uma área destinada à convivência, que recebe cuidados diários dos moradores,  funcionando como única praça no local.

O “Área verde, SIM!” conta com apoio do Instituto Nossa Ilhéus (INI) e atua no sentido de exercer o direito à cidade, especialmente, por ser uma área predominantemente residencial. A ação do poder público aconteceu sem qualquer diálogo com a comunidade, que foi surpreendida com a notícia em blogs da cidade sobre a construção das edificações.

Na última terça-feira (06), foram enviados ofícios solicitando informações sobre o que a Prefeitura se propõe fazer na área verde, localizada na praça entre as ruas G, H e I, de onde, em dezembro passado, foram retiradas árvores de madeira de lei, Pau d’arco e outras espécies, com uso de máquinas. Outro oficio foi enviado à Câmara de Vereadores requerendo informações sobre os atos administrativos que autorizaram essa retirada.

:: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING | webtiva.com . Webdesign da Bahia