WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


secom bahia teatro itabuna

:: ‘política’

Com a presença de Alice Portugal, assembleia do PCdoB de Ilhéus defende frente política e social ampla

PCdoB_ios_01Com a presença da deputada federal Alice Portugal (PCdoB/BA), representantes de movimentos sociais, sindicais, indígenas, de mulheres e representantes políticos do PT e PP, na assembleia do PCdoB, em Ilhéus, os militantes do partido analisaram as condições e as dificuldades do atual governo municipal e indicaram empenho em busca de construir unidade com as forças de oposição para as eleições de 2020.

O encontro aconteceu no último sábado (10), na sede da APPI, e contou com a presença de dois pré-candidatos a prefeito de Ilhéus, Nilton Cruz (PT) e Cacá Colchões (PP). O debate do PCdoB na perspectiva municipal, pretende construir uma alternativa mais viável para o município, do campo oposicionista ao governo municipal, dentro da defesa da democracia e dos direitos sociais, com quadros da base do governo do Estado e do campo democrático independente.

:: LEIA MAIS »

São Miguel receberá debate sobre direitos humanos e políticas públicas

IMG_20190509_003157_774O Café com Política, que caminha para sua 5ª edição, realiza sempre um debate junto a comunidade, partidos e associações, dos temas mais variados que atingem a sociedade ilheense. Neste próximo sábado, tendo como base os debates recentes em torno dos direitos humanos e a crescente onda de violência que aflige principalmente as mulheres, negros e LGBT’s, o tema será Direitos Humanos X Políticas Públicas e contará com a mediação de Jacson Cupertino, Presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB Ilhéus e Conselheiro Estadual da OAB-BA e Laina Cristostomo da ONG Tamo Juntas, entidade que atende gratuitamente vítimas de violência contra a mulher.
O evento é aberto a comunidade e o café da manhã, para quem quiser tomar possui uma colaboração de R$ 10,00 apenas.
Local: Espaço Almafrica – Rua I, Barra Norte, n° 58 (Caminho pro São Miguel, 3a rua do lado da praia) às 8:00.

Ex-secretário lamenta o fim do Aleluia Ilhéus e a falta de articulação com o calendário turístico da cidade

Na manhã desta quarta-feira (17), durante entrevista ao radialista Jota Carlos, da rádio Santa Cruz AM de Ilhéus, o ex-secretário de Turismo e Esporte de Ilhéus, entre 2015 e 2016, Josenaldo Cerqueira lamentou a falta de articulação política do governo Marão com o calendário turístico da cidade. Ele disse que o Aleluia Ilhéus Festival era um evento consolidado, inclusive, no Estado, mas por anos consecutivos deixou de acontecer por desinteresse da administração municipal. Ouça a entrevista na integra abaixo.

“Café com Política” com José Nazal

Café com NazalO vice-prefeito de Ilhéus, José Nazal, convida lideranças políticas e ativistas sociais para um bate-papo sobre o destino de Ilhéus.

O “Café com Política” será na próxima quinta-feira, 15 de novembro (feriado), às 8 horas, no Hotel Britânia.

O evento é organizado pelo ex-vice-prefeito de Ilhéus, José Henrique Abobreira.

O café da manhã será cobrado. Cada participante que fizer a refeição deverá pagar R$ 20,00 diretamente ao Hotel Britânia.

(Fonte: Blog do Gusmão)

Ministério da Saúde põe fim à política antimanicomial

Luiz Pedroso

Luiz Fernando Pedroso, psiquiatra e Diretor clínico da Holiste Psiquiatria, aponta que a decisão é um passo importante para quebrar paradigmas ideológicos relacionados à internação psiquiátrica. Foto: Saulo Kainuma​.

O Ministério da Saúde aprovou mudanças na política de atendimento em saúde mental, entre elas a suspensão do fechamento de leitos em hospitais psiquiátricos no Sistema Único de Saúde (SUS), reconhecendo novamente a internação como abordagem válida. O médico psiquiatra Luiz Fernando Pedroso, diretor clínico da Holiste Psiquiatria, avalia a decisão como um passo importante para um atendimento mais efetivo a casos específicos de pacientes com transtornos mentais.

“À luz da medicina psiquiátrica, os argumentos antimanicomiais não param em pé, pois, ao contrário do que dizem, ambulatórios e hospitais dia não são alternativas à hospitalização, mas complementações da mesma. Cada um desses recursos tem indicações precisas e constitui um erro grave encaminhar para um hospital dia alguém que precise de uma internação integral e vice-versa”, analisa.

Pedroso opina ainda que a indicação de um procedimento médico é de natureza técnica e não ideológica. “Instituições surgem, desaparecem ou se transformam de acordo com as inovações tecnológicas e não por decretos governamentais, como mostra a história dos antigos sanatórios para tuberculose, desaparecidos com o advento dos antibióticos”, pontua.

O médico psiquiatra salienta que esta não é uma questão recente, pois, desde 2000, fechar leitos psiquiátricos foi base para a política antimanicomial, o que também afetou a Bahia, com a interrupção do atendimento de unidades hospitalares especializadas, a exemplo dos hospitais Juliano Moreira e Mário Leal, em Salvador; Hospital Lopes Rodrigues, de Feira de Santana; e o Hospital Afrânio Peixoto, em Vitória da Conquista.

:: LEIA MAIS »

Em Ilhéus, Renato Rabelo defende a política como saída para crise institucional

Diálogo com Renato RabeloNo último sábado, dia 16, no auditório do Sindicato dos Bancários de Ilhéus, durante bate-papo promovido de pelo PCdoB local, Renato Rabelo, presidente de honra do partido e também da Fundação Maurício Grabois, defendeu que a saída para crise instalada no Brasil, após o golpe parlamentar, com o impeachment da presidenta Dilma Rousseff, só pode ser resolvida por meio da política, ainda enfatizou que povo precisa se manifestar diante do caos institucional instalado no país.

Rabelo comentou que a direita não aguentava mais tanto tempo fora do poder central e resolveu articular o golpe com o alto empresariado e a grande mídia. “Desde o império nenhum grupo político elegeu presidentes por quatro vezes seguidas, a elite ficou impressionada com a inserção do povo na economia. Aí resolveram assaltar o poder e fazem o que querem, não prestam satisfação ao povo, só aos seus apoiadores”, comentou.

:: LEIA MAIS »

Trajetória política de Geddel é recheada de acusações de corrupção

 

 

O

ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB), de 57 anos, transita na política há mais de 30, período em que sempre esteve envolvido em acusações de corrupção e improbidades variadas.

Em 1984, aos 25 anos, ele foi diretor da corretora de valores do banco estadual da Bahia, o Baneb , vendido ao Bradesco em 1999. Foi acusado à época de utilizar taxas de rentabilidade superiores às praticadas no mercado para favorecer “um restrito grupo de clientes”, conforme relata matéria da Folha de S. Paulo.

:: LEIA MAIS »

Algumas contribuições a um debate programático para Ilhéus

Rodrigo Cardoso

Rodrigo Cardoso (foto: Blog do Chicó)

Por Rodrigo Cardoso – PCdoB de Ilhéus

Neste 2016, o eleitorado ilheense se encontra desafiado a tomar decisões importantes. Não bastasse os problemas locais, a cidade vive consequências de mais uma crise internacional do capitalismo, que no Brasil se desdobra na forma de um golpe de estado que põe em xeque a Constituição Federal de 1988, portanto a própria democracia.

Não é difícil constatar as principais dessas consequências: a diminuição da atividade econômica e da geração de empregos já afetam, de uma maneira ou outra, a população de Ilhéus como um todo. Somados a estes fatores, a redução das transferências constitucionais agravadas pelas isenções tributárias concedidas nos últimos anos pelo Governo Federal também prejudicaram as receitas municipais. O remédio amargo do aumento de arrecadação com tributos e taxas municipais foi insuficiente pra sanar e causa efeitos colaterais, como o fechamento de muitas empresas e os naturais protestos de setores atingidos. Porto Sul e Ferrovia de Integração Oeste-Leste, obras praticamente paralisadas e com viabilidade econômica questionada, também se incluem no rol de prejuízos acumulados.

:: LEIA MAIS »

PP lança Cacá pré-candidato a prefeito de Ilhéus

20160716105825__MG_1223

(Foto: Alfredo Filho)

PP lança Cacá pré-candidato a prefeito de Ilhéus

Deputados, lideranças políticas e comunitárias, vereadores, dirigentes políticos da região, o vice-governador da Bahia, João Leão, e a comunidade em geral participaram, na manhã deste sábado, dia 16, do lançamento do nome do vice-prefeito Cacá na disputa ao cargo de prefeito de Ilhéus nas eleições deste ano. O evento atraiu grande público à Associação Desportiva 19 de Março, no bairro da Conquista. Dez partidos, além do Progressista (PP), legenda do prefeiturável, foram representados no evento – PCdoB, PR, PRB, Pros, PTN, PV, PSDB, PEN e Solidariedade.

Antes de abrir a palavra aos presidentes de diretórios, foi lida uma mensagem do prefeito Jabes Ribeiro, que se recupera de recentes cirurgias feitas no olho esquerdo e não pôde participar. O gestor destacou o estado crítico em que foi encontrado o município em 2013, com dívidas, desestruturado, e a necessidade de, por meio da candidatura de Cacá, dar continuidade ao projeto de reorganização iniciado há três anos e meio.

:: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING | webtiva.com . Webdesign da Bahia