WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


bahiagas

:: ‘Previdência’

Economista aponta erros na reforma da Previdência

Na última quarta-feira (11), durante apresentação no plenário do Senado Federal, o economista Eduardo Moreira mostrou com detalhes os erros e maldades que ainda existem na reforma da Previdência, e que se não forem urgentemente corrigidos resultarão numa tragédia social, levando enorme sofrimento para milhões de brasileiros e brasileiras. Confira o vídeo.

Entendendo a Previdência Privada

Previdência-Privada-de-A-a-ZA Previdência Privada é uma das formas de investimentos mais procuradas no Brasil, isso se deve à sua praticidade e alguns incentivos que são característicos desse tipo de investimento.

A maioria dos brasileiros já possui um plano de previdência complementar ou pelo menos já ouviu falar, mas a grande maioria desconhece as particularidades desse investimento.

Através de contribuições mensais ou esporádicas, a previdência privada busca construir um patrimônio financeiro ao longo do tempo para que seja utilizado a qualquer momento ou convertido em renda de aposentadoria.

Uma coisa que a maioria dos investidores não sabe é que, ao aderir a um plano de previdência, você não está emprestando dinheiro a nenhuma instituição, mas sim, deixando o dinheiro sobre gestão dessa instituição, a qual vai investir em produtos financeiros de renda fixa como: CDB, Títulos públicos, LCI, Debêntures, etc. ou produtos de renda variável como ações, etc.

:: LEIA MAIS »

Ilhéus: Trabalhadores protestam contra reforma da Previdência

Ilhéus na frente da Caixa Econômica no centro da cidade. Abaixo assinado em Defesa da Previdência e das Aposentadorias.

Na última terça-feira (30), trabalhadores, juntamente com os sindicatos dos Bancários, da Educação e outros, protestaram contra a reforma da Previdência, em frente Caixa Econômica da Marquês de Paranaguá, centro de Ilhéus. Na oportunidade, foram colhidas assinaturas em um abaixo-assinado “em defesa da Previdência e das aposentadorias, contra a medida que o governo Bolsonaro pretende implantar”.

Sindicato dos Bancários de Ilhéus debate reforma da Previdência

O Sindicato

O Sindicato dos Bancários de Ilhéus debate, nessa quarta-feira (17), os impactos negativos da reforma da Previdência para a classe trabalhadora. O encontro será às 18h, no auditório da entidade sindical, no centro de Ilhéus.

Ilhéus: Trabalhadores realizam protesto contra a reforma da Previdência

Ato contra a Reforma da Previdência, trabalhadores dos sindicatos de Ilhéus denunciam o reforma que retiram direitos e que massacra os trabalhadores do campo e da cidade.

Na manhã desta sexta-feira (22), trabalhadores realizaram ato contra a reforma da Previdência, no calçadão da Marquês  de Paranaguá, Centro de Ilhéus. O ato foi organizado por sindicatos do município e  denunciou a proposta do governo Bolsonaro, que segundo um sindicalista “retira direitos, fragiliza, dificulta e ataca a aposentadoria da classe trabalhadora do campo e da cidade”.

Igreja que defendeu reforma da Previdência recebeu quase R$ 1 milhão em publicidade do governo Temer

Em 2016, ainda na interinidade, Temer recebeu Robson Rodovalho e um grupo de pastores que pedia "combate à ideologia de gênero e a defesa dos direitos da família tradicional"

Em 2016, ainda na interinidade, Temer recebeu Robson Rodovalho e um grupo de pastores que pedia “combate à ideologia de gênero e a defesa dos direitos da família tradicional”.

Na noite de 5 de janeiro deste ano, o então ministro da Fazenda Henrique Meirelles, agora pré-candidato à Presidência, participou de um culto na sede da igreja evangélica Sara Nossa Terra, em Brasília. Meirelles foi festejado e recebido com pompa na igreja fundada pelo bispo Robson Rodovalho, que foi deputado por um mandato representando o Distrito Federal. Apresentado pelo empresário Flávio Rocha, integrante da comunidade evangélica e pré-candidato ao Planalto, o ministro orou e foi abençoado no palco por Rodovalho e sua esposa, a também bispa Lúcia Rodovalho.

Desde o ano passado, o bispo se converteu em um pregador da reforma da Previdência. Líder de uma congregação que reúne aproximadamente 1,3 milhão de fiéis em todo o país e no exterior, Rodovalho defendeu a necessidade de novas regras para pensões e aposentadorias em encontros com religiosos. Sem os 308 votos necessários para a aprovação na Câmara, a proposta de Meirelles e do Palácio do Planalto naufragou no plenário. Mas o bispo não tem do que se queixar, ao menos financeiramente.

Entre 2017 e 2018, o governo repassou R$ 862,8 mil para o CNPJ da Fundação Sara Nossa Terra. Esse foi um dos 20 maiores montantes gastos pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência (Secom) para propagandear a reforma engavetada. A instituição religiosa possui uma estrutura própria de comunicação para chegar aos fiéis. Além da TV Gênesis, o grupo inclui a rádio Rede Sara Brasil FM, presente em nove cidades, e o portal Saraonline.

:: LEIA MAIS »

Temer: Previdência pode voltar à pauta do legislativo em breve

TemerDe: Exame

Em discurso no Fórum Econômico Mundial, o presidente disse que se a segurança melhorar, será possível tentar votar a reforma a partir de outubro

O presidente Michel Temer reiterou nesta quarta-feira (14) que a reforma da Previdência permanece na agenda política do país, apesar de ter saído temporariamente da pauta legislativa devido à intervenção federal na área de segurança pública do Rio de Janeiro.

Segundo Temer, se as condições de segurança melhorarem até o final do ano, será possível tentar votar a reforma da Previdência no Congresso a partir de outubro.

O presidente fez as declarações durante participação na sessão plenária de abertura do Fórum Econômico Mundial para a América Latina, realizado em São Paulo.

Congresso volta do recesso para encarar (ou não) Previdência

Temer e Maia.

Temer e Arthur Maia, relator da reforma da Previdência.

Do Meio

O Congresso Nacional volta hoje aos trabalhos depois de um recesso de seis semanas. A pauta principal para o mês é a reforma da Previdência — e o governo não tem ainda os 308 votos necessários. Segundo a Folha, os planos do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, são de engavetar o projeto caso isso não mude. O debate em plenário está marcado para começar no dia 19, após o Carnaval. Se for mesmo parar na gaveta, Maia pretende fazer um discurso duro contra o Planalto, explicando por que o apoio não foi conseguido.

Na Esplanada, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, promete que a versão final do texto ficará pronta esta semana. (Estadão)

Temer vai a Silvio Santos explicar reforma da Previdência

temer-e-silvioDo Meio

É o apelo final: o presidente Michel Temer tenta convencer a população de que a reforma da Previdência é necessária. Gravou ontem o Programa Silvio Santos e ofereceu ao apresentador uma nota de R$ 50 — segundo as descrições de quem assistiu, com humor, repetindo o mote ‘quem quer dinheiro’. Aproveitou a viagem e gravou, também, uma entrevista com o apresentador Ratinho.

Não se livra, porém, sequer de acusações antigas — como as relacionadas ao esquema do Porto de Santos. Ontem, o Planalto encaminhou ao STF respostas a 50 perguntas formuladas pela Polícia Federal. O presidente fora flagrado informando por telefone a seu ex-assessor, Rodrigo Rocha Loures, sobre o Decreto dos Portos. Informações que, depois, foram repassadas a um executivo da empresa Rodrimar. Empresa que foi beneficiada por uma regra incluída no decreto por Loures. Em suas respostas, porém, o presidente nega qualquer benefício. “Não solicitei que o sr. Rodrigo Rocha Loures acompanhasse o referido decreto e não lhe dei nenhuma orientação a respeito.” (Folha)

Leia as perguntas e as respostas. (Estadão)

Falta de votos fez Temer recuar na Previdência; base prepara mais mudanças

TemerUm dia após o presidente Michel Temer anunciar um importante recuo em sua proposta de reforma da Previdência, líderes dos principais partidos governistas na Câmara afirmaram nesta quarta-feira (22) à Folha que haverá mais mudanças, entre elas a flexibilização ou retirada das regras que endurecem a obtenção da aposentadoria pelos trabalhadores rurais.

O recuo anunciado por Temer nesta terça (21) —ele retirou os servidores estaduais e municipais da reforma— foi motivado pela constatação feita por seus principais articuladores políticos de que não há os 308 votos necessários para aprovar a medida assim como foi enviada pelo Palácio do Planalto.

:: LEIA MAIS »

Davidson Magalhães será titular da Comissão da Reforma da Previdência

O deputado federal Davidson Magalhães, que também preside o PCdoB na Bahia, será um dos membros da Comissão Especial da Reforma da Previdência da Câmara Federal, instalada nesta quinta-feira (09/02). O colegiado vai avaliar a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) 287, que muda as regras para o acesso a benefícios previdenciários.

Pela proposta, que foi encaminhada pelo governo Temer, o trabalhador precisa atingir a idade mínima de 65 anos e pelo menos 25 anos de contribuição para poder se aposentar. Davidson, que acompanha a orientação do PCdoB, é contra as alterações por considerar que elas são “um retrocesso muito grande, do ponto de vista dos ganhos sociais”.

:: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING | webtiva.com . Webdesign da Bahia