WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


:: ‘saúde’

Unidades da Secretaria da Saúde da Bahia conquistam prêmios nas áreas de gestão e benchmarking

premio2A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab), por meio do Hospital Geral Roberto Santos (HGRS) e da Parceria Público-Privada (PPP) com a Rede Brasileira de Diagnóstico (RBD) de Imagem, conquistou o reconhecimento mais importante do setor no Estado, nas categorias Gestão Pública e Benchmarking Brasil. A cerimônia de entrega dos prêmios foi realizada na noite desta quinta-feira (06), no Solar Cunha Guedes, em Salvador, com a presença do secretário da Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas.

Na avaliação do secretário, a 9ª edição do prêmio Benchmarking Saúde Bahia reconhece o esforço do Governo do Estado ao investir em gestão e tecnologia para ampliar a assistência à saúde dos baianos. “Sob a liderança do governador Rui Costa, nos últimos quatro anos a Bahia inaugurou sete novos hospitais, oito policlínicas e realizou mais de 20 mil cirurgias de forma itinerante, contemplando os 417 municípios. Esta é uma pequena amostra das ações na área da saúde, cujo investimento ultrapassou a casa dos R$ 20 bilhões em obras, serviços e recursos humanos ao longo dos anos”, afirma Vilas-Boas.

Com 640 leitos, o Hospital Geral Roberto Santos (HGRS) é o maior hospital público do Norte-Nordeste. A unidade é referência nos serviços de emergência, hemorragia digestiva, nefrologia, pediatria, clínica médica, cirurgia bucomaxilofacial, cirurgia geral, neurocirurgia, cirurgia pediátrica e neonatal, cirurgia vascular e maternidade de alto risco, entre outras especialidades.

:: LEIA MAIS »

Tupinambás de Olivença reivindicam fortalecimento da saúde indígena e demarcação

A comunidade tupinambá de Olivença,fecha Br reinvidicando fortalecimento da sesai,e a imediata demarcação do território tupinambá de Olivença.

Na manhã desta quinta-feira (28), a comunidade tupinambá de Olivença, em Ilhéus,   fechou a rodovia, na altura do condomínio Jubiabá, para reivindicar o fortalecimento da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai) e a imediata demarcação do território tupinambá no distrito ilheense. Os manifestantes também sinalizaram posição contrária à municipalização da saúde indígena.

 

Ministério da Saúde vem à Bahia conhecer modelo de assistência das Policlínicas

Policlínica RegionalO modelo adotado na Bahia para a descentralização da assistência de média complexidade, com as Policlínicas Regionais de Saúde, deve se tornar referência para o Brasil. Esta é a expectativa após a visita do secretário de Atenção à Saúde (SAS) do Ministério da Saúde, Francisco Figueiredo, nesta quinta-feira (21), em Feira de Santana, que foi acompanhado do secretário da Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas.
“Vim conhecer a experiência das policlínicas, que trazem em si um conceito fundamental para a população, que é o acesso. Ou seja, a população tem hoje uma grande estrutura, com um ambiente belíssimo, com tecnologia fantástica, com bons colaboradores, onde conferi que está tendo uma boa aceitação da população. Vou levar para o ministro avaliar se pode ser replicado para o restante do Brasil, pois sem dúvida nenhuma é um grande sucesso”, afirma Francisco Figueiredo.

:: LEIA MAIS »

Mestrado em Saúde da Família da UFSB tem inscrições prorrogadas

ARTE MESTRADOAs inscrições para o Mestrado Profissional em Saúde da Família foram prorrogadas até o dia 08 de setembro, próximo sábado. O certame oferece 10 vagas para o curso que é semipresencial, realizado na modalidade de ensino a distância, com previsão de 09 (nove) encontros presenciais.

Processo Seletivo é dividido em três etapas:
– Primeira etapa: Prova de Inglês (caráter eliminatório)
– Segunda etapa: Prova escrita de conhecimentos (de caráter eliminatório e classificatório)
– Terceira etapa eliminatória e classificatória: Análise curricular, análise de carta de intenção e prova oral

A inscrição é realizada através do preenchimento do formulário de inscrição disponível na plataforma SIGA através : www.sigass.fiocruz.br

O Mestrado tem o objetivo de formar profissionais aptos a atuarem como preceptores para graduação e residência médica em Saúde da Família, com o intuito de contribuir para a melhoria do atendimento dos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS); fortalecer as atividades educacionais de produção do conhecimento e de gestão na Saúde da Família nas diversas regiões do país; estabelecer uma relação integradora entre o serviço de saúde, os trabalhadores, os estudantes na área de saúde e os usuários.

Para mais informações, acesse: MESTRADO PROFISSIONAL EM SAÚDE DA FAMÍLIA

O que as crianças nos ensinam: brincar melhora a saúde

Celiane Chagas - psicóloga

Celiane Chagas – psicóloga

Especialista garante que brincar é fundamental no desenvolvimento – e não só na infância

Pega-pega, esconde-esconde, amarelinha, telefone-sem-fio, rouba-bandeira… De quantas brincadeiras você consegue lembrar ao pensar na sua própria infância? As brincadeiras podem até ter mudado ao longo dos anos, mas algo permanece inalterado: o gosto pelo ato de brincar que todo menino e menina tem. O que muitos pais desconhecem ou parecem não perceber é que brincar é muito mais que mera distração ou diversão. Brincando, os pequeninos descobrem o mundo, formam e fixam valores importantes na formação da personalidade.

A constatação é do movimento internacional “Aliança pela Infância”, que realiza este mês a Semana Mundial do Brincar. A iniciativa surgiu como forma de favorecer uma infância plena ao redor do planeta, a fim de melhorar as sociedades a partir das crianças. A organização se baseia em princípios psicopedagógicos, sociais e neurológicos para criar as ações.

A psicóloga Celiane Chagas, do Hapvida Saúde, diz que a brincadeira e a infância são diretamente associadas porque é no início da vida, com tantas descobertas, que a mente humana mais exercita a imaginação como forma de entender e compreender o mundo. “Brincando, as crianças reproduzem aquilo que veem e tentam compreender o mundo que as rodeia”, revela a especialista.

Liberdade

A psicóloga explica que o ato de brincar pode moldar completamente a personalidade e direcionar alguns valores que as crianças irão carregar para o resto da vida, a partir da infância. “Por isso, criança que não brinca tende a se tornar um adulto com dificuldade de relacionamento por causa da dificuldade de expressar o que sente e o que pensa”, esclarece.

:: LEIA MAIS »

Ilhéus: Davidson Magalhães anuncia emenda de R$ 800 mil para a saúde

Assinatura ordem de serviçoNa tarde dessa quarta-feira (16), durante a assinatura da ordem de serviço para substituição do gramado e do sistema de irrigação do estádio municipal Mário Pessoa, em Ilhéus, Davidson Magalhães anunciou uma emenda no valor de R$ 800 mil para custeio de despesas na área da saúde do município. Essa ação é resultado de sua atuação enquanto deputado federal.

“Estamos retribuindo a confiança que o povo de Ilhéus tem depositado na gente. Agora vai sair uma emenda de 800 mil reais para saúde, sei que serão inauguradas algumas unidades básicas aqui, e estamos buscando isso para ajudar na manutenção desses equipamentos”, disse Davidson Magalhães.

:: LEIA MAIS »

Nota – PCdoB de Ilhéus / Situação da Saúde no município

PCdoBNo dia 5 de outubro deste ano, o direito à saúde, calçado nos princípios de universalidade, equidade e integralidade completará 30 anos. Nas últimas três décadas muitos desafios foram enfrentados pelos entes federativos, como subfinanciamento, falta de política de valorização dos trabalhadores da saúde e principalmente a ampliação da resolutividade dos problemas enfrentados nos leitos de hospitais, clínicas, ambulatórios e centros de saúde.

Os princípios organizativos do Sistema Único de Saúde (SUS), estabelecidos na Constituição de 1988, são conquistas das forças progressistas e constituem o tripé que deve dar sustentação ao sistema: regionalização, hierarquização, descentralização, comando único e participação popular. Com esse objetivo, devem ser criados os Conselhos e as Conferências de Saúde – que visam formular estratégias, controlar e avaliar a execução da política de saúde.

Nos últimos anos, a agonia por sobrevivência do sistema de saúde, em Ilhéus, retratada pelas notícias veiculadas na mídia, tem sido cotidiana. Por essa razão, torna-se necessária uma análise conjuntural da Saúde Pública do nosso estimado município.

1)      Rede de Saúde desestruturada e desarticulada – Com a inauguração do Hospital Regional da Costa do Cacau (HRCC), o governo do Estado optou em converter o antigo Hospital Regional Luiz Viana Filho (HRLVF) em hospital materno infantil. Como consequência, tem sido grande o debate referente ao fechamento do HRLVF, pois, o anúncio dessa medida deixou a população preocupada e carente de explicações.

:: LEIA MAIS »

Parceria entre Governo e Prefeitura de Ilhéus garante investimentos na saúde

IMGM7739O secretário de Saúde do Estado da Bahia, Fábio Vilas-Boas, foi recebido na manhã deste sábado (17), pelo prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, e pelo vice, José Nazal, no Centro Administrativo da Conquista. Durante o encontro, o secretário anunciou investimentos na ordem de R$ 15 milhões para auxiliar a reestruturação da saúde do município de Ilhéus, uma reivindicação do prefeito de Ilhéus ao governador Rui Costa. Na última semana, uma comitiva formada por vereadores e representantes do conselho de saúde de Ilhéus, esteve na sede da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), em Salvador. Na oportunidade, Fábio Vilas-Boas reafirmou o compromisso do governador Rui Costa com Ilhéus e assegurou que a saúde sempre foi prioridade em sua gestão. 

O encontro de hoje foi presenciado também pelos deputados Paulo Magalhães (federal) e Ângela Sousa (estadual), dos vereadores, secretários municipais e representantes do conselho de saúde do município. De acordo com o secretário Fábio Vilas-Boas, os recursos serão aplicados na reforma do Hospital Regional Luiz Viana Filho (HRLVF), que terá seu perfil alterado para uma unidade materno-infantil de referência de alto risco. A unidade reformada contará com UTI neonatal e pediátrica, além de um moderno centro cirúrgico e obstétrico. As obras estruturantes começam a partir do dia 1º de março. Já no CSU, o Governo do Estado irá transformar o atual posto de saúde em duas Unidades de Saúde da Família. “Conseguimos junto ao Ministério da Saúde a autorização para construção de uma Unidade de Pronto Atendimento 24 horas (UPA-porte 2), no bairro do Malhado, ainda neste semestre”, anunciou Fábio Vilas-Boas.     

:: LEIA MAIS »

Secretaria de Saúde convoca profissionais aprovados em seleção

Fachada Secretaria de Saúde - DivulgaçãoA secretaria de Saúde do Município de Ilhéus está convocando os profissionais classificados no processo seletivo simplificado, conforme o Edital nº 003/2017, a se apresentarem, no período de 10 dias, a partir de hoje, 15 de janeiro, para o exercício da função temporária de atuação, munidos dos documentos contidos no Edital de Convocação nº 002/2017.

Dentre os profissionais convocados para os trabalho na Rede de Saúde do Município, estão médicos para o Centro de Atenção Psicossocial (CAPs), médico socorrista, médico clínico, técnico de enfermagem para motolância, vaqueiro e auxiliar de veterinário.

saúde1

saúde2

saúde3

Unidades de saúde de Ilhéus funcionam durante as comemorações do réveillon

A partir desse sábado (30), quando se iniciam as comemorações de réveillon, dando as boas-vindas a 2018, até o dia 1º de janeiro, as unidades mantidas pela secretaria municipal de Saúde (Sesau) e estadual (Sesab), funcionarão para garantir total assistência à população durante os festejos. Segundo informações dos órgãos, a assistência irá ocorrer normalmente nos quatro hospitais da cidade, Coci, São José, Luiz Viana, Regional Costa do Cacau e Samu.

A secretária municipal de Saúde, Elizângela Oliveira, disse que os órgãos estarão em pleno funcionamento para os processos de assistência à saúde com urgência e emergência. “As unidades estarão de prontidão em todos os níveis de espera com média e alta complexidade. O Regional Luiz Viana continuará com o atendimento a Pediatria”, informa a secretária.

:: LEIA MAIS »

Em Jequié, Rui conclui ciclo de grandes entregas na saúde em 2017

Foto Paula Fróes_GOVBA

Foto Paula Fróes – GOVBA.

A quarta Policlínica Regional de Saúde foi inaugurada na manhã desta sexta-feira (22) pelo governador Rui Costa, em Jequié. O equipamento vai atender os 28 municípios que integram o Consórcio Público Interfederativo de Saúde da Região, alcançando mais de 500 mil baianos com oferta de diversos serviços de saúde.

Rui começou o dia com a entrega de três ambulâncias, distribuídas entre os municípios de Tanhaçu, Iramaia e Teolândia.  Em seguida, iniciou uma visita guiada às instalações da policlínica, quando apresentou a unidade aos profissionais de imprensa e autoridades convidadas. Logo em seguida, a placa de inauguração foi descerrada.
O governador aproveitou a oportunidade para destacar que o sucesso dos modelos da Policlínica é atribuído ao modelo de gestão, que não tem interferência do Governo do Estado no cargo de direção do equipamento. “Para fugir de uma eventual disputa política, entre lideranças, e garantir uma postura profissional às unidades, foi realizada uma seleção pública para a escolha dos diretores e diretoras das policlínicas. Além disso, os selecionados passaram por um treinamento de capacitação, por um período de um ano e meio, para poderem gerir esse serviço que agora se concretiza. Nenhum deles foi escolhido pelo governador, deputados ou prefeitos. Acho importante destacar esse modelo, que foi adotado do Estado do Ceará, de onde, como já falei anteriormente, pegamos como exemplo o método dos consórcios de saúde com os municípios para a implantação das policlínicas regionais”, explicou Rui.
A estrutura
A policlínica de Jequié contou com investimento de R$ 22 milhões, utilizados na realização de obras civis e compra de equipamentos, e oferece atendimento para 14 especialidades, com previsão de ampliação. A unidade ainda emprega mais de 80 profissionais, entre médicos, enfermeiros e apoio administrativo.

:: LEIA MAIS »

Ministério da Saúde põe fim à política antimanicomial

Luiz Pedroso

Luiz Fernando Pedroso, psiquiatra e Diretor clínico da Holiste Psiquiatria, aponta que a decisão é um passo importante para quebrar paradigmas ideológicos relacionados à internação psiquiátrica. Foto: Saulo Kainuma​.

O Ministério da Saúde aprovou mudanças na política de atendimento em saúde mental, entre elas a suspensão do fechamento de leitos em hospitais psiquiátricos no Sistema Único de Saúde (SUS), reconhecendo novamente a internação como abordagem válida. O médico psiquiatra Luiz Fernando Pedroso, diretor clínico da Holiste Psiquiatria, avalia a decisão como um passo importante para um atendimento mais efetivo a casos específicos de pacientes com transtornos mentais.

“À luz da medicina psiquiátrica, os argumentos antimanicomiais não param em pé, pois, ao contrário do que dizem, ambulatórios e hospitais dia não são alternativas à hospitalização, mas complementações da mesma. Cada um desses recursos tem indicações precisas e constitui um erro grave encaminhar para um hospital dia alguém que precise de uma internação integral e vice-versa”, analisa.

Pedroso opina ainda que a indicação de um procedimento médico é de natureza técnica e não ideológica. “Instituições surgem, desaparecem ou se transformam de acordo com as inovações tecnológicas e não por decretos governamentais, como mostra a história dos antigos sanatórios para tuberculose, desaparecidos com o advento dos antibióticos”, pontua.

O médico psiquiatra salienta que esta não é uma questão recente, pois, desde 2000, fechar leitos psiquiátricos foi base para a política antimanicomial, o que também afetou a Bahia, com a interrupção do atendimento de unidades hospitalares especializadas, a exemplo dos hospitais Juliano Moreira e Mário Leal, em Salvador; Hospital Lopes Rodrigues, de Feira de Santana; e o Hospital Afrânio Peixoto, em Vitória da Conquista.

:: LEIA MAIS »

Uesc recebe evento sobre saúde coletiva em dezembro

Capa simplesNo próximo dia 21 de dezembro o Núcleo de Saúde Coletiva da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) realiza o evento “Territorialidades: Diálogos no Campo da Saúde Coletiva”, no campus da instituição. O encontro busca discutir a gênese, sentidos epistemológico e metodológicos, saberes e práticas produzidos e utilizados pela saúde coletiva, dialogando com as territorialidades que a atravessam e por ela são atravessados.

Voltado a profissionais da área de saúde e acadêmicos da Uesc e outras instituições, o evento está com inscrições abertas (acesse o cadastro aqui – o investimento são dois quilos de alimentos). Apesar de só disponibilizar certificado para os 150 primeiros inscritos, o encontro não tem limite de participantes.

Durante todo o dia, os temas serão discutidos no espaço CEU, como uma forma de ampliar os locais de discussão para além da sala de aula. Entre os palestrantes já confirmados estão os doutores e doutoras Antônio José Costa Cardoso, Cristina Setenta Andrade (Uesc), Laura Camargo M. Feuerwerker (USP) e Túlio Batista Franco (UFF).

Secretário de Saúde tranquiliza servidores do Hospital Geral de Ilhéus

Ato solene de transmissão de cargo do Secretário da Saúde Washington Couto para Dr. Fábio Vilas-Boas e sua equipe. Fotos: Mateus Pereira/GOVBAApós reunião mantida com o governador Rui Costa e o prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre Sousa, o secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, disse que não há motivo para apreensão por parte dos servidores estaduais lotados no Hospital Geral Luiz Viana Filho, localizado no Bairro da Conquista, a partir da inauguração, em dezembro, do moderno Hospital Regional Costa do Cacau, construído à margem da Rodovia BA-415, no bairro de Banco da Vitória.

De acordo com o secretário, “uma parte dos atuais servidores lotados no Hospital Luiz Viana Filho será realocada para o Hospital Costa do Cacau e outra parte ficará na unidade, que permanecerá aberta, com atendimento pediátrico, até o início da reforma que vai transformar o atual hospital em unidade materno-infantil municipal.”

Fábio Vilas-Boas explicou que durante o período de obras no Hospital Luiz Viana Filho, os servidores que não forem transferidos para o Costa do Cacau serão cedidos às unidades municipais da rede de saúde de Ilhéus. “Ao fim do período de realização da obra, que será custeada pelo governo do Estado, esses servidores retornarão ao Luiz Viana, já transformado em hospital materno-infantil”, acrescentou.

:: LEIA MAIS »

Entrevista Fábio Vilas-Boas, secretário estadual da Saúde

Mário Alexandre e Fábio Vilas-Boas

Mário Alexandre e Fábio Vilas-Boas.

Entrevista enviada pela Secom Ilhéus

“O Regional permanecerá aberto, com atendimento exclusivo de pediatria, até ser transformação em unidade materno-infantil”

Desde que foi anunciada para 15 de dezembro a inauguração do moderno Hospital Costa do Cacau, em Ilhéus, começou uma série de debates – e dúvidas – na cidade a respeito de como se dará o funcionamento da nova unidade. O que vai funcionar no novo hospital? Ele vai suprir toda a demanda do antigo Regional? Quem vai mesmo se responsabilizar pela adequação da unidade do bairro da Conquista, onde passará a funcionar um hospital materno-infantil com UTI neonatal? E os servidores do Regional, qual o destino?

Essas e outras perguntas têm a resposta do secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas. Nesta entrevista, ele dá detalhes da parceria administrativa estabelecida no novo hospital, que serviços estão garantidos à população e quais os caminhos que serão tomados pela saúde de Ilhéus nos próximos meses. Confira.

  :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING | webtiva.com . Webdesign da Bahia