sufotur secom bahia


Hospital Regional Costa do Cacau orienta estudantes de enfermagem durante visita para aprendizado prático 

0
290

O Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC), em Ilhéus, integrante da rede da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) tem um papel de destaque no interior do Estado. Além da assistência de referência aos usuários do SUS, a unidade contribui para qualificar atuação em diversas áreas do mercado de trabalho.

O hospital oferece um suporte importante para a formação profissional de alunos de instituições de ensino da região sul da Bahia, principalmente na área da saúde. São diversos estágios para estudantes dos níveis médio e superior de escolaridade, o HRCC ainda conta com o internato médico e a residência médica.

Diante desse compromisso, também com atividades programadas e pontuais, a unidade hospitalar recebeu a visita de 33 estudantes de Enfermagem da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), que cursam a disciplina Saúde Coletiva II. Nos dias 21 e 22 de maio, eles conheceram o serviço de vigilância hospitalar e segurança do paciente.

Em 28 e 29 de maio, os alunos acompanharam as visitas do Núcleo de Segurança do Paciente (NSP) nos setores assistenciais.

De acordo com a enfermeira Adrielle Acássia, do NEPS do HRCC, o acolhimento turma teve como objetivo repassar orientações sobre as atividades do dia a dia referente à atenção ao paciente. “Abordamos identificação de riscos, não conformidades. Tivemos também os momentos para discussão sobre eventos adversos, conhecimento do fluxo de notificação e tratativa do evento e desfechos associados, além da educação em serviço”, destacou.

A enfermeira Adriana Santos, do NSP do HRCC, ressaltou que outras informações importantes estiveram em pauta, como a apresentação dos serviços, equipes, objetivos, funções, atividades de rotina, sistemas de informação e impressos utilizados. “Outra questão fundamental que abordamos, foi sobre o fluxo e articulação com a rede de vigilância em saúde de Ilhéus, Região Sul e Sesab, pelo Núcleo Hospitalar de Epidemiologia (NHE) e Núcleo de Segurança do Paciente (NSP)”, concluiu.

Publique seu comentário

WordPress Lightbox