secom saude


Trabalhador da Barry de Itabuna está na UTI após contrair Covid-19

0
105
Do Sul Notícias
As constantes denúncias feitas por Luiz Fernandes Ferreira Andrade (ex-presidente do Sindicato dos Trabalhadores na Alimentação de Ilhéus, Itabuna e Uruçuca/ SINDICACAU), que objetivavam cuidados com a preservação da saúde dos trabalhadores que atuam nas fábricas de Itabuna e Ilhéus, inerente a falta da realização de testes rápidos (PCR), nos funcionários das empresas, principalmente, na Barry Callebaut (unidade Itabuna).
A não realização dos testes resultou na internação de um dos trabalhadores em grave estágio de contaminação pelo COVID-19 (Coronavírus) que, inclusive, teve que ser submetido à Unidade de Tratamento intensivo – UTI do Hospital Santa Cruz, em Itabuna.
O ex-presidente do sindicato, Luiz Fernandes (foto), afirma que desde o mês de agosto/2020 vem alertando os responsáveis da Barry que tal fato poderia ocorrer devido o alto índice de contaminação que, na então época, assolava o país.
“A minha preocupação com os colegas e companheiros de trabalho eram tão constantes que resolvi procurar a vigilância epidemiológica do município de Itabuna e o CEREST onde, de pronto, fui convidado para, junto aos agentes de saúde, participar de uma fiscalização, coordenada pelos dois órgãos, na Barry/Itabuna. Como resultado ficou constatado que realmente a empresa não estava seguindo as normas preventivas de combate à proliferação do Coronavírus conforme determinação da Organização Mundial da Saúde – OMS”, declara Luiz Fernandez.
O trabalhador que foi contaminado pelo vírus, e hospitalizado na UTI, já se encontra em sua residência e em plena recuperação.

Publique seu comentário