embasa


Abertura do “Salve o Rio Tororomba” acontece nesta sexta-feira (28)

0
149

Acontece nesta sexta-feira (28), entre 9h e 15h30min, no Batuba Beach, litoral sul de Ilhéus, a abertura do Projeto Piloto de reflorestamento – “Salve o Rio Tororomba” – nas terras Tupinambás de Olivença. O projeto é financiado pelo Programa das Nações Unidas pelo Desenvolvimento (PNUD), com o apoio da Fundação Nacional do Índio (FUNAI).

A Associação Cultural e Ambientalista dos Índios Tupinambás de Olivença convida toda comunidade para participar do evento. Para o vereador Cláudio Magalhães (PCdoB), indígena da etnia, esse objetivo foi almejado por mais de vinte anos. “O momento agora é aprender com as experiências passadas e apostar nos jovens para construirmos juntos uma Olivença, ambientalmente correta, se apropriando ideias inovadoras”, disse.

“Hoje daremos início ao nosso projeto, na certeza iniciaremos um grande diálogo sobre uma Olivença, sustentável e que valorize seus aspectos ambientais, como forma alternativa viável para a manutenção de nossa história e ancestralidade”, complementou.

De acordo com o vereador, essa é primeira vez que o povo Tupinambá aprova um projeto para a preservação ambiental para um rio tão importante para a Vila de Olivença, que viveu de 1963 e 1994 como Estância Hidromineral. “Aqui atraímos milhares de turistas nacionais e internacionais a Ilhéus para conhecer suas águas medicinais e ferruginosa, e que gera empregos a dezenas de indígenas de forma direta e indireta como é o caso das cocadeiras e vendedores de artesanatos”, ressaltou.

O Cacique Sival Susuarana, presidente da Associação Tupinambá, destacou que o projeto piloto “Salve o Rio Tororomba” tem o total apoio da comunidade.

Cláudio Magalhães lembrou que tem seu nome indígena em referência ao Rio Tororomba – “Cláudio Tororomba Magalhães”, que no Tupi represente Rio de água forte, Toró – Forte,  Bá – água.

Este projeto é resultado de um edital publicado pela FUNAI, com recursos do PNUD, com acompanhamento da Agência Brasileira de Cooperação do Ministério do Exterior (ABC/MRE). Saiba mais nesta matéria: Funai abre edital para projetos de recuperação de vegetação nativa dos biomas Mata atlântica, Cerrado e Caatinga.

Publique seu comentário